Campanha #tambéméviolência contra a violência doméstica

Por Girls With Style / gws@gwsmag.com

Amanhã, dia 27 de setembro, a ONG Artemis – organização comprometida com a promoção da autonomia feminina e prevenção e erradicação de todas as formas de violência contra as mulheres – lançará a campanha #tambéméviolência com o apoio da marca ativista LUSH, que globalmente incentiva organizações e campanhas de mobilização social pelos direitos humanos.

tambem-e-violencia-lush-artemis-2

O Brasil ocupa o 5º lugar no ranking de feminicídio entre 84 países, de acordo com um ranking da ONU Mulheres. 41% dos casos de violência doméstica acontecem dentro de casa e 57% iniciam-se após o término de um relacionamento. Além disso, 3 em cada 5 mulheres sofreram, sofrem ou sofrerão violência em um relacionamento afetivo no Brasil. Há diferentes tipos de violência que calam e aprisionam milhões de mulheres diariamente no Brasil: violência psicológica, moral, patrimonial, física e sexual. Ainda não existem maneiras efetivas de denunciar agressores por violências silenciosas, que nem sempre deixam marcas visíveis.

tambem-e-violencia-lush-artemis

A violência doméstica é “qualquer ação ou omissão baseada no gênero que lhe cause morte, lesão, sofrimento físico, sexual ou psicológico e dano moral ou patrimonial” Lei Maria da Penha, artigo 5o. Contudo, nem sempre a vítima consegue sair de um ciclo de violência psicológica, moral e patrimonial, e as denúncias nos casos de abusos psicológicos, patrimoniais, chantagens e ameaças não são efetivadas, já que não há nenhum hematoma visível, como no caso das agressões físicas. De acordo com Raquel Marques, fundadora e presidente da ONG Artemis “no geral, nenhuma violência física ou sexual em um relacionamento afetivo acontece sem ser precedida por violências psicológicas ou morais, por isso é essencial para todas as mulheres entenderem que qualquer tipo de ofensa, ameaça ou abuso psicológico também é violência”. Além disso, ela completa “a violência patrimonial, no qual o agressor toma posse dos bens da vítima por ciúmes ou por controle, muitas vezes é velada como uma demonstração de amor. Precisamos falar sobre isso para não romantizar um comportamento violento. Em muitos casos, esse comportamento é o início de abusos que tendem a se agravar”.

Foi com base nesta realidade que nasceu a campanha #tambéméviolência, com o intuito de conscientizar a sociedade sobre este tema, apontar sinais de violências banalizadas em relacionamentos abusivos e oferecer medidas práticas para ajudar as mulheres vítimas de violência doméstica.

CONVITE BATE PAPO

Também amanhã, dia 27/09 às 12h acontece o ato pelo fim da violência doméstica no Tribunal de Justiça de São Paulo (saindo do metrô da Sé, ao lado esquerdo da Catedral) e, no mesmo dia, a partir das 19hrs, a LUSH Jardins (R. da Consolação, 3459) irá realizar uma mesa de discussões sobre violência doméstica. Ativistas da Artemis, promotoras de justiça do Ministério Público e advogadas especialistas na Lei Maria da Penha irão abordar por diferentes vertentes como identificar sinais de um relacionamento abusivos e como procurar/prestar ajuda às mulheres vítimas de violência doméstica.

Comentar

Tags:

Como fazer sua festa temática da Kim Kardashian: Kimoji Party!

Por Nuta Vasconcellos / nuta@gwsmag.com

Eu amo festas temáticas e meus amigos sempre se empolgam e já rolou festa #MãeNuta toda com elementos místicos e até pro meu namorado, o #HamburgaçoDoTonho com sanduíches porque é só disso que ele se alimenta. Esse ano eu disse para os meus amigos que eu faria o tema kimoji party, para quem não sabe, kimojis são os emojis da Kim Kardashian. Logo, a festa ganhou o apelido de #KinutaParty, pelos motivos óbvios! O mais legal é que a gente nunca faz nada caro ou impossível de reproduzir. Tudo é simples, mas fica legal e a gente se diverte! Então vou ensinar a vocês como fazer sua festa temática da Kim Kardashian: Kimoji Party!

Quem me acompanha nas redes sociais, sabe que sou mega apegada aos meus amigos e como passaria meu aniversário oficial longe somente com alguns, resolvi fazer duas festinhas, as duas claro, no tema do ano. Mas o legal é que cada uma foi bem diferente, a primeira, quase toda feita por mim e pelos meus amigos, desde a decoração até as comidas e já a segunda, eu encomendei tudo o que pode ser uma solução para quem não tem amigos habilidosos ou não tem tempo mesmo. Tentei dar o máximo de dicas possíveis de como fizemos tudo, mas qualquer dúvida, deixa aí nos comentários. Bom, vamos começar com a festa no Rio de Janeiro:

mesa-festa-tematica-Kimoji-kim-kardashian-gws

Essa foi a primeira festinha em que primeiramente, gostaria de dar todos os créditos do mundo pra minha amiga Maria Cândida, que aliás tem um trabalho lindo de objetos de decoração, dá pra ver no insta: @odicasaloja. Ela consegue transformar qualquer reuniãozinha com zero reais em uma festinha bonitinha como essa.  Dica 1: Tenha uma amiga prendada e animada como a Maria! Ela fez a bandeirinha “Kinuta” usando cartolina preta e giz de quadro negro branco. Foi colado diretamente na parede, em um formato que dava a ilusão de que tinha a cordinha, sabe? Compramos os balões em uma casa de festa e também colamos eles na parede, usando durex. A toalha de mesa, nada mais é do que um tecido preto que a Maria tinha em casa com o papel de presente crying face da Kim, do merchandising oficial da Kim kardashian. Nesse caso, o papel de presente serviu como toalha pra ficar mais no tema.

captura-de-tela-2016-09-12-as-1-20-28-pm

A maior dúvida que todo mundo teve no meu instagram foi como colocamos os kimojis no topo do bolo e nos cupcakes! Foi comprado? Veio pronto? Aonde vende? Como faz? Então, não! Foi tudo no clima D.I.Y e é mais simples do que parece: seleciona os kimojis que você quer usar (nem precisa ter o aplicativo, você acha fácil pela internet) e imprime.

kimoji_party_kim_kardashian

A boa é imprimir em um papel mais grossinho ou papel adesivo. Nesse caso, melhor imprimir em uma gráfica. Depois de imprimir só cortar! Usamos furador com formato, sabe? Aí sai redondinho certinho. Depois é só colar com durex em um palito de dente e pronto! Você já tem o enfeite temático do seu bolo e cupcakes.

kimoji_party_kim_kardashian

kimoji_party_cupcake_kim_kardashian

O bolo, compramos pronto no Bolo do Amor, que em outras palavras é o melhor bolo do Rio de Janeiro! Os cupcakes quem fez foi a namorada de um dos meus melhores amigos, o Rômulo. Valeu Leilane!! Ficaram uma delícia mesmo. Tão gostoso que acho que vale compartilhar a receita:

Receita de Cupcake:

Ingredientes massa:

• 3 ovos
• 1 xícara (chá) de açúcar
• 1/2 xícara (chá) de margarina
• 1/2 xícara (chá) de leite
• 1 colher (chá) de aroma de baunilha
• 1 1/2 xícara (chá) de farinha de trigo
• 1 colher (sobremesa) de fermento em pó

Preparo:

1. Bata as claras em neve e reserve.
2. Bata as gemas com o açúcar até esbranquiçar. Junte a margarina e bata mais um pouco.
3. Em seguida, adicione o leite, o aroma de baunilha e a farinha de trigo. Bata tudo para misturar e encorpar os ingredientes.
4. Misture o fermento à massa com auxílio de uma colher ou de uma espátula flexível.
5. Depois, incorpore as claras em neve e mexa delicadamente com auxílio do fuê. Coloque a massa no saco de confeitar e reserve.
6. Coloque as forminhas de papel na forma de cupcake (ou nas forminhas de empada). Não é preciso untar.
7. Preencha as forminhas com massa até faltar mais ou menos um dedo para a borda da forma (3/4 da forma).
8. Leve as forminhas com a massa ao forno pré-aquecido a 180 graus entre 25 e 30 minutos.
9. Para ver se esta cozido, após os 25 minutos espete o cupcake com um palitinho – se sair limpo, você já pode tirar do forno, se não, deixe no forno por mais alguns minutos.
10. Resista à curiosidade e não abra o forno nos primeiros 10 minutos.
11. Apenas após esfriar confeite.

Para confeitar os cupcakes:

Foram usadas 2 coberturas diferentes: nutella e buttercream.  O de nutella foi a nutella pura mesmo.

Receita de Buttercream:

Ingredientes:
• 200g manteiga em temperatura ambiente
• 400g açúcar confeiteiro peneirado
• 2 colheres de sopa de leite
• 1 colher de chá de essência de baunilha

Preparo: Bata a manteiga, o açúcar, o leite e a essência de baunilha até obter uma mistura homogênea. Enche um saco daqueles de confeiteiro com o bico que desejar e aplique a cobertura sobre o bolinho fazendo o padrão de desenho que desejar. As tags do topo do cupcake foram impressas em papel foto. Após imprimir, só cortar com o furador e colar em palitos de dente. Já as forminhas,  foram compradas em lojas de artigos para festas.

kim_kardashian_mask_kimoji_party

Agora o item que todo mundo mais amou: As máscaras e os balões de frases! Eles foram uma surpresa da Marie e todo mundo adorou. Dá um trabalho (nada que não seja até terapêutico e dá pra fazer em algumas horas) o resultado é muito legal e deixa o tema mais divertido. Se liga como ela fez: procurou no bom e velho google “Kardashian masks” e quando você fizer aí vai ver que aparece um monte.

Khloe_Kardashian_kimoji_party

Algumas já veem até com os olhos furadinhos. Mas algumas são mais tosquinhas e em resolução menor e podem dar um pouco mais de trabalho. Depois que você salvar no computador todas as que você quer é só abrir o word mesmo, colocar o papel sem margem (tem um mínimo possível) e colocar o carão grandão ocupando uma folha A4. Depois ela foi em uma  papelaria e pediu um papel grossinho (um pouco mais grosso que cartolina) para as máscaras ficarem firmes, né? Aí em casa mesmo, do word, ela imprimiu, cortou com a tesoura e os olhos com canivete. Depois de cortadas, colou com uma fita durex grossa em palitos de churrasco. Se você não tem como imprimir em casa, pode fazer em uma gráfica rápida. Fácil, né?

kardashian_masks_kimoji_party

Kanye_west_taylor_swift_masks_kimoji_party_kardashian

Passei meu aniversário oficial, dia 28 de agosto, em Gramado, no Rio Grande do Sul junto com meu namorado que é do Sul e alguns amigos que toparam ir pra lá comigo. Como estávamos de férias e ninguém estava na pilha de cozinhar, nem fazer nada e eu queria muito um bolo (aniversário sem bolo, não é aniversário!) encomendei na Pimenta Rosa um “nude cake” de chocolate branco e chocolate preto, alguns cupcakes e o que mais amei: os cookies!

cake_kimoji_kim_kardashian

Nesse caso, eu só disse o tema e enviei os kimojis por e-mail pra Isabella, dona da Pimenta Rosa e ela cuidou do resto! Foi tudo em papel comestível então sim, comemos kimoji! Ficou lindo demais e absurdamente gostoso. Sério. Surreal, tudo! Se você mora em São Leopoldo ou região, encomenda com ela. Levamos de São Leopoldo pra Gramado de boa! Nada desmoronou.

cake_cupcake_cookies_kimoji_party_kim_kardashian

cupcakes_cookies_kimoji_party_kim_kardashian

instax_pics_kimoji_party

Pra fechar com chave de ouro esse aniversário lindo, deste 2016 que tem sido maravilhoso, ganhei do Antônio, uma Instax rosa fofa! Fotos de Instax em aniversários são sempre muito legais e depois você pode pedir pra cada amigo, deixar um recadinho embaixo da foto (coisa que eu mesma esqueci de fazer) então se você tem uma, não esquece de usar.

instax_pics_kimoji_party_nuta_vasconcellos

Curtiram? Se você quiser mais ideias, fiz uma pasta no pinterest com outras coisas que achei pela internet do tema. Se fizer uma festa Kimoji, marca com #GWSlife nas redes sociais!

— ♥ —

assinatura_2016_nuta-vasconcellos1

1 Comentários

Tags:

SETEMBRO NO CLUBE DO LIVRO GWS – “GAROTA, INTERROMPIDA”, SUSANNA KAYSEN

Por Girls With Style / gws@gwsmag.com

Há alguns anos, entidades médicas e a Associação Internacional para Prevenção do Suicídio promovem o Setembro Amarelo, movimento mundial de prevenção contra o suicídio. A cada 45 minutos, uma pessoa se suicida, sendo que, para cada homem, duas mulheres são vítimas, o que o configura como um problema de saúde pública. Embora o número seja alarmante, o assunto ainda é tratado como tabu. Geralmente, as pessoas que tentam suicídio deixam rastros, pedem ajudam, mas frequentemente são incompreendidas ou ignoradas seja pela família ou meio social a que pertencem. Além disso, a falta de informação faz muita gente acreditar erroneamente que o suicida desistiu da vida, foi covarde ou fraquejou quando, na verdade, ele só tentou aliviar uma dor insuportável. 
 clube-do-livro-gws-garota-interrompida
 
A depressão é uma das doenças mais comuns associadas ao suicídio. Por isso, elegemos no nosso grupo, através de enquete, “Garota, interrompida”, de Susanna Kaysen, como nossa leitura de setembro. O livro é  bem famoso por causa da adaptação pro cinema, estrelada por Winona Ryder e Angelina Jolie, em 1999. Publicado em 1993, é o relato autobiográfico da autora quando de sua passagem por um hospital psiquiátrico na década de 1960. Susanna foi internada para tratar depressão e lá descobre sofrer de transtorno de personalidade limítrofe. O livro é curtinho e logo se tornou um best seller – além de clássico quando o assunto é doença mental.
E aí, já viu o filme ou leu o livro? Acompanha a gente nessa leitura e, principalmente, nessa conversa! Você já faz parte do grupo do Clube do Livro no facebook? 
 
(para mais informações sobre o Setembro Amarelo, acesse: www.setembroamarelo.org.br)
assinatura_2016_laiza-felix
Comentar

Tags:

Mulheres inspiradoras: Existe regra para o empoderamento?

Por Girls With Style / gws@gwsmag.com

Desde quando eu percebi que eu posso ser quem eu quiser, da maneira que eu quiser e me sentir melhor, eu tenho buscado maneiras de cada dia mais ser dessa forma e de encorajar as mulheres que estão ao meu lado a se empoderar da mesma maneira. Mas, por mais que a mensagem de empoderamento feminino seja universal tenho visto que muitos têm deixado de lado o indivíduo que está a se empoderar. Veja bem: somos seres humanos, temos vontades únicas e até egoístas, temos desejos que ninguém sabe e não podemos tentar nos encaixar em um contexto sem levarmos em consideração os nossos desejos individuais.

existe-regra-para-o-empoderamento-feminino

Ilustração: Kim Michey

Alguns dias atrás, li um texto de uma mulher que contava como as Kardashians tinham a ajudado amar o seu corpo cheio de curvas. Prontamente, várias pessoas vieram criticar o fato dela ter se inspirado em mulheres que fizeram diversas cirurgias plásticas. A partir disso eu comecei a perceber que as pessoas muitas vezes querem nos ditar até mesmo em quem e como devemos nos inspirar.

Se eu olho para o espelho, aceito meu corpo com todas as suas imperfeições e perfeições e digo o quanto amo, isso tem mais valor do que alguém que ama o seu corpo do jeito que ele é apesar de ele ter passado por algumas intervenções estéticas? Afinal de contas, esse seu orgulho de si só é válido quando o seu corpo é aquele que ‘veio de fábrica’?

Claro, as Kardashian são ricas e famosas, elas podem fazer as intervenções que quiserem, com os melhores profissionais e talvez isso faça com que muitas pessoas se frustem por não ter essas mesmas oportunidades, mas aí nós entramos em uma visão de aceitação pessoal mais ampla que passa pelo estético, social, pessoal e financeiro.

gws-quote1

Como disse no início do texto: cada ser humano tem a sua particularidade, logo, cada um terá a sua forma de se empoderar e isso pode mudar no decorrer das fases da vida e não cabe a ninguém julgar se está certo ou errado. A cantora Alicia Keys, recentemente, publicou uma carta aberta contando a sua decisão de não usar mais maquiagem e disse que foi a coisa mais forte, poderosa, livre e honestamente bonita que ela já sentiu. Porém, a maquiagem pode ser um elemento forte no empoderamento feminino fazendo a mulher se expressar da maneira que quer e, muitas vezes até a aproximando mais de si. Cada um sabe aonde o calo aperta.

Sei que somos frutos de uma determinada cultura que nos ensina a sempre querer ser ‘melhor’ esteticamente do que nós somos e que isso muitas vezes nos coloca em um nível doentio de neura. Entenda que não estou apoiando nenhuma mulher a deitar em uma mesa cirúrgica ou muitos menos, dando argumentos para aquelas que sofrem com essa pressão diária para se encaixar em um padrão da sociedade. O que eu quero dizer é que acima de tudo nós temos que buscar a nossa liberdade de maneira geral e apoiarmos a liberdade do próximo sem que ninguém receba um julgamento sobre isso, pois o nosso corpo, nossas vontades, nossas alegrias, nossos desejos não pertencem a ninguém que não esteja sempre do outro lado do espelho.

— ♥ —

assinatura-de-post-sue-tayne

1 Comentários

Tags: