If it’s not you, Then it’s not me.

Por Nuta Vasconcellos / nuta@gwsmag.com

“In our bubble, me and you.Burning up on re-entry,where you send me. I’m bulletproof,do what we wanna do.”

Foto: Carolina Vianna, Rio de Janeiro/RJ

Quer mostrar seu olhar?

O GWS quer saber como você vê o mundo. Manda sua foto do dia para gws@gwsmag.com que a gente vai publicar sempre as melhores imagens aqui no site.

Aceitamos todos os tipos de formato digital, menos os gigantescos que lotam a caixa de e-mail.

Não aceitamos mimimi com vergonha de mostrar seu talento. Manda logo, a gente não morde.

Atenção: O assunto do e-mail deve ser “foto do dia”. E não esqueça de mandar seu nome, link alguma rede social sua e cidade. Não se esqueça de que você deve ser a autora da foto!

 


Warning: file_get_contents(http://graph.facebook.com/comments?id=http://www.gwsmag.com/if-its-not-you-then-its-not-me/&summary=1): failed to open stream: HTTP request failed! HTTP/1.1 403 Forbidden in /home/gwsmag/www/wp-content/themes/gws/archive.php on line 63
Comentar

Tags:

Beleza da M.A.C no SPFW

Por Marie Victorino / marie@gwsmag.com

Depois do resumão de tendências da Nuta, seria bacana dar uma revisada, também, na beleza, né? A M.A.C Adiantou um pouquinho esse trabalho pra gente e nos enviou um release da participação deles na SPFW.

A marca assinou a beleza de 17 desfiles na última edição. O make da temporada outono/inverno é sofisticado e glamuroso. A pele é perfeita, sem vestígios de produto, iluminada em pontos estratégicos para dar um ar natural. Na boca nuances de coral e o clássico vermelho; já os olhos, ganham tons terrosos e metalizados.

Os principais produtos usados nos backstages foram o BB Cream e a sombra metalizada Fusion Gold da coleção Metal X, que também pode ser usada como iluminador nas têmporas – para uma pele perfeita. Batons como o Flamingo (coral brilhante) e Party Parrot (vermelho-pink brilhante), da coleção Iris Apfel, estiveram presentes em diversos desfiles. Para um olhar impactante foram usadas sombras como a Rusty (Ouro Pêssego), Red Hot Copper (Cobre Quente) e Gold Carbon (Taupe Metálico), da linha Metal X, além da máscara Opulash Optimum Black.

Separamos os que mais gostamos pra mostrar pra vocês:


Warning: file_get_contents(http://graph.facebook.com/comments?id=http://www.gwsmag.com/beleza-da-m-a-c-no-spfw/&summary=1): failed to open stream: HTTP request failed! HTTP/1.1 403 Forbidden in /home/gwsmag/www/wp-content/themes/gws/archive.php on line 63
1 Comentários

Tags:

Tangerina na casa

Por Girls With Style / gws@gwsmag.com

Muito já se falou por aí que o laranja, mais precisamente a “tangerine tango” é a cor do ano de 2012. E parece que a cor veio mesmo com tudo: na moda, na beleza e agora na decoração a aposta é o tangerine tango. O laranja do momento é mais fechado e vivo e é uma cor que cai super bem na decoração: alegre, energizante e que estimula a criatividade. É uma cor forte, se estiver com medo de ousar ao pintar a sala toda de laranja, comece usando adicionando em pequenos detalhes. Vale lembrar que nem sempre conseguimos reproduzir a cor exatamente na parede, num estofado ou no que for, mas com certeza todas as nuances de laranja vão bombar na decoração.

1- Cumbuca maleável – Infinitta R$35,00

2- Porta Retrato Magnético Rococó – O Segredo do Vitório R$28,00

3- Espelho TV – Imaginarium R$159,90

4- Relógio Dalí – Casa Louca R$39,90

5- Aparador de livros PacMan – Casa Louca R$43,90


Warning: file_get_contents(http://graph.facebook.com/comments?id=http://www.gwsmag.com/tangerina-na-casa/&summary=1): failed to open stream: HTTP request failed! HTTP/1.1 403 Forbidden in /home/gwsmag/www/wp-content/themes/gws/archive.php on line 63
1 Comentários

Tags:

Leia, Um Dia

Por Carol Guido / carol@gwsmag.com


“Um Dia” é um típico best-seller. Só que ao contrário.

Não, sério. Ele já foi parar na lista de mais vendidos do New York Times, virou carro-chefe da carreira do escritor, é fácil de entender e virou filme.

Só que ao contrário, por que, mesmo que tivesse sido lido só por seis pessoas, não teria perdido a força e o poder que só uma boa história de amor tem.

O autor, David Nicholls, consegue unir sensibilidade, humor, inteligência e uma forma única de contar esta coisa linda de romance. E como ele deixa que alguns parágrafos nos coloque em estado de profundo conforto com a história para depois, em apenas uma linha, desconstruir tudo? Bem, pra mim, é nada menos que genial.

E sim, é fácil de ler. Quem inventou essa história que para ser bom, tem que ser difícil? Aqui ainda entra a continuação do que falei linhas acima, sobre jeito único que a narrativa acontece. É o seguinte: Emma e Dexter se conhecem no dia 15 de julho de 1988. Desde então, a vida deles corre e o livro só conta pra gente o que acontece no dia 15 de julho. De todos os anos. Inacreditavelmente lindo e suficiente.

Por último tem a versão para o cinema. Eu não vi por que queria ler o livro primeiro de qualquer maneira. Mas uma coisa é fato: o livro é melhor que o filme. Sempre é, né?

Então gente, se vocês quiserem uma indicação de leitura hoje, eu diria para não deixar “Um Dia” passar. É realmente arrebatador o que esses dois personagens conseguem fazer com os nossos sentimentos. De amor e amizade. Dúvidas e certezas. Ideologias e vida real.

“Foi um dia memorável, pois operou grandes mudanças em mim. Mas isso se dá com qualquer vida. Imagine um dia especial na sua vida e pense como teria sido seu percurso sem ele. Faça uma pausa, você que está lendo, e pense na grande corrente de ferro, de ouro, de espinhos ou flores que jamais o teria prendido não fosse o encadeamento do primeiro elo em um dia memorável.”

Charles Dickens, Grandes Esperanças

 


Warning: file_get_contents(http://graph.facebook.com/comments?id=http://www.gwsmag.com/leia-um-dia/&summary=1): failed to open stream: HTTP request failed! HTTP/1.1 403 Forbidden in /home/gwsmag/www/wp-content/themes/gws/archive.php on line 63
5 Comentários

Tags: