Cinco excelentes maneiras de incrementar seu relacionamento

Por Girls With Style / gws@gwsmag.com

Por Helena Martinelli:

5. JAMAIS RECONHEÇA O ERRO

Pra quê fazer um mea culpa se você pode simplesmente mudar o foco da discussão? Se vier a vontade de dizer “Você tem razão”, não se deixe levar e mande o clássico “não precisa falar desse jeito” com voz de choro.

4. NÃO DIGA O QUE QUER, ESPERE QUE ELE ADIVINHE

Seu macho te perguntou pra onde você gostaria de ir hoje, o que você quer de aniversário, ou se você prefere ver o filme x ou y? Jamais responda sinceramente! Escolha entre o “não sei” e o “tanto faz” e espere ele errar para ficar chateada até o dia seguinte e estragar o programa. Afinal de contas, ele te conhece e tem a obrigação moral de saber exatamente o que você quer. O fato de você, na verdade, nunca dizer o que quer impossibilitando que ele sequer aprenda não importa, ele tem que saber. Falar certas coisas tira toda a emoção do relacionamento, não é mesmo?

3. DEPRECIRAR É PRECISO

A única maneira do seu macho entender que as roupas que ele veste são ri-dí-cu-las, as músicas que ele ouve são cafonas e os filmes que ele gosta são ruins é você dizer isso a ele. Quanto menos você se lembrar de que tudo na vida é relativo e cada um tem direito de gostar do que quiser, melhor. Lembre-o, sempre, de forma enfática, exaustiva e, quando tiver a oportunidade, na frente dos amigos, o quanto você é mais sofisticada que ele. E não esqueça de se perguntar em voz alta o que é que você está fazendo com uma criatura como aquela.

2. SÓ DISCUTA A RELAÇÃO EM LUGARES PÚBLICOS

Pra quê conversar a sós com seu macho sobre aqueles probleminhas, se você pode animar as coisas com o calor de uma platéia? Essa estratégia funciona duplamente: primeiro, porque normalmente ele fica num nível tal de constrangimento tal que nem se dá ao trabalho de reagir e, segundo, porque uma amiga muito legal e cheia de noção sempre pode tomar suas dores e entrar na briga também.

1. REGRA DE OURO: AJA COMO UMA CRIANÇA

Que homem não acha lindo ver sua namorada fazendo bico, emburrando, batendo o pezinho no chão e armando aquela cena? Imaturidade é um atrativo universal e arma de sedução infalível. Esqueça sua idade real e faça o que sua prima de 4 anos faria. Se tiver oportunidade, faça um xixizinho na cama: ele vai achar o máximo!

 

Post originalmente publicado em 11/05/09


Warning: file_get_contents(http://graph.facebook.com/comments?id=http://www.gwsmag.com/5-excelentes-maneiras-de-incrementar-seu-relacionamento/&summary=1): failed to open stream: HTTP request failed! HTTP/1.1 403 Forbidden in /home/gwsmag/www/wp-content/themes/gws/archive.php on line 63
10 Comentários

Tags:

Nossa semana, pelas lentes dos nossos celulares – Caindo na Rotina Edition

Por Carol Guido / carol@gwsmag.com

É, girls. Toda tag tem seus momentos de rotina. Acho que a de hoje vem assim (que ótima forma de começar um texto né? vocês devem estar doidas pra ler agora. só que não. hahaha).

Amo Toddynho for life.

Ontem rolou lançamento de novos produtos da L’oreal. A Nuta e a Marie foram e se deliciaram (com os jabás e o almocinho, vale dizer).

Look do dia em cima da mureta. Não façam isso em casa.

Para exemplificar BEM a rotina, a tarefa de casa da Nuta. PS: Há quem diga que isto é um Stormtrooper disfarçado. Eu não acho que a Nuta tenha coragem de usar um deles como aspirador. Fica a dúvida.

Cabelo da Marie em homenagem ao post de ontem. Se você não viu, clica agora para um flashback f*** para 1997.

Adivinha de quem é.

A foto é da Marie. Não sei onde ela tirou, espero que num restaurante (???), mas achei filosófico.

Eu fotografando no quarto da Nuta. Posso me elogiar / zuar? I got it from my mamma.

beijos

C.

 


Warning: file_get_contents(http://graph.facebook.com/comments?id=http://www.gwsmag.com/caindo-rotina-edition/&summary=1): failed to open stream: HTTP request failed! HTTP/1.1 403 Forbidden in /home/gwsmag/www/wp-content/themes/gws/archive.php on line 63
Comentar

Tags:

Em fotos: 1997

Por Marie Victorino / marie@gwsmag.com

Vou (tentar) começar uma nova tag aqui no blog. Além de ser um pouco nostálgica por natureza, eu gosto muito de buscar referências e me aprofundar em estéticas e temas. É claro que as vezes não da pra se aprofundar tanto assim, até porque eu teria que buscar mais imagens fora da internet. Mas acho que já dá pra sentir bem o clima da coisa.

Resolvi começar pelo ano de 1997 porque era lá que eu era adolescente, meus sonhos eram verdades e meu futuro era brilhante! (falei que sou nostálgica?)

 

Welcome to 1997…

Início da febre!

Mary Jane (o sapato) e Union Jack :)

Rose e Jack

Parte deliciosa da adolescência <3

Morre Gianni Versace

Estreia de South Park

 

Tênis Adidas hypado

Nintendo 64 – Mario loucão em 3d

http://youtu.be/l9udE0sRDO4

Indicação no Grammy

Corte de cabelo histórico

Kate Moss

All Saints – calças largas + top

Bindi

Tatuagem de henna

Melhor cd do ano (hehehe)

Fantasia no ar!

Quando a gente se apaixonou pelo Príncipe William!

Pulseiras de corda de violão. Arrancava pelinhos do braço que era uma beleza!

Buffy

Chiquititas!

#team calça corsário (eu era #team calça cargo!)

Alliyah – Calça cargo ou largona + tênis

Cabelo curtinho!


Hanson

Penteado

Nuta (!!!) usando pulseira de corda de violão e cabelo (tentativa de) mashup das Spice Girls. Cor da Geri e o corte da Victoria (true story).

Carol (!!!) sendo 2 em 1 no mesmo ano.

Eu (!!!) e a Tata mostrando nosso fanatismo da época. #polaroid

E aí, o que acharam da nossa nova tag?

beijos,

M.


Warning: file_get_contents(http://graph.facebook.com/comments?id=http://www.gwsmag.com/um-nove-nove-sete/&summary=1): failed to open stream: HTTP request failed! HTTP/1.1 403 Forbidden in /home/gwsmag/www/wp-content/themes/gws/archive.php on line 63
2 Comentários

Tags:

Pra assistir: O Diário De Um Adolescente.

Por Nuta Vasconcellos / nuta@gwsmag.com

Jim Carroll era músico, ator e escritor americano, que morreu em 2009 com seus quase 60 anos. Bom, por que eu tô falando de Jim aqui?

É que na adolescência, ele foi viciado em drogas. Daquele tipo que perde a mão mesmo e até se se prostitui. E por conta disso deixou de lado o sonho de ser jogador de basquete. Isso tudo parece uma história de lição de moral boring mas a questão é que essa experiência de vida de Jim foi fundamental para ele escrever The Basketball Diaries, livro que se transformaria em um dos filmes mais legais que já vi.

A experiência amarga e ao mesmo tempo emocionante que viveu entre os 13 e 16 anos é contada no “diário” secreto do adolescente de forma romântica e debochada. Lançado em 1993, The Basketball Diaries que em português ganhou o título de O Diário De Um Adolescente e foi sucesso assim que foi lançado. Mas o grande boom veio mesmo com o filme, lançado em 1995, que rendeu ao diretor Scott Kalvert os méritos de melhor filme sobre a autobiografia de Jim Carroll.

O filme tem no papel de Jim o ator Leonardo DiCaprio e eu preciso fazer uma pausa no texto pra falar sobre ele.

Leonardo DiCaprio foi o Robert Pattinson da minha geração e o Alain Delon da geração da minha mãe. Deu pra entender, né? hahaha ele nunca fez meu tipo não. Mas sempre, sempre admirei seu trabalho desde o primeiro filme que vi com ele (não, não foi Titanic) foi “Gilbert Grape – Aprendiz de Sonhador” em que ele, junto com o Johnny Depp, dá UM BANHO de interpretação. Em O Diário De Um Adolescente não é diferente. Leonardo DiCaprio consegue passar com perfeição toda a dramaticidade da experiência vivida por Jim Carroll.

Voltando à história do filme, ele se passa em 1970 nos guetos de Nova York, onde os casos de sexo, rock’n’ roll e uso de drogas rolam à solta. A rebeldia do personagem de Jim é retratada em um diário, o êxtase e agonia de todo adolescente com o sexo (recém-descoberto) até o primeiro baseado e o consumo de heroína. Por mal comportamento, Jim é expulso, junto com seu amigo Mickey, do colégio católico onde estudam. Para piorar a situação, os efeitos das drogas acabam tirando Jim, que era talentoso, do time de basquete da escola. Vítima da dependência, ele e seus três amigos – Pedro (James Madio), Mickey (Mark Wahlberg) e Neutron (Patrick Mc Gaw) topam qualquer coisa para conseguir drogas e é aí que a vida deles se transforma.

O filme chama a atenção não só pelo espetáculo de interpretação, mas também pela abordagem que é feita por uma perspectiva absolutamente adolescente e não daquela forma disfarçada onde adultos querem mostrar o quanto é ruim usar drogas e desobedecer os pais (#polêmica: acho isso de Requiem For A Dream). O Diário De Um Adolescente é ausente de “sermões” e com um ponto de vista atual, mesmo sendo um filme de 1995, ele apenas narra os fatos, pelo olhar de quem viveu.

Já falei muito, né? Mas é que quero mesmo que vocês assistam. Se depois do trailer vocês não morrerem de vontade de assistir, vocês não merecem falar comigo nem com meu anjo.

Pra terminar só mais um desabafo:

Leonardo DiCaprio é o cara mais injustiçado do mundo… Como um cara desses não ganhou o Oscar? Será que o prêmio diz alguma coisa sobre o talento de alguém?

Fica a dúvida.


Warning: file_get_contents(http://graph.facebook.com/comments?id=http://www.gwsmag.com/pra-assistir-o-diario-de-um-adolescente/&summary=1): failed to open stream: HTTP request failed! HTTP/1.1 403 Forbidden in /home/gwsmag/www/wp-content/themes/gws/archive.php on line 63
Comentar

Tags: