10 Coisas: Laura Andrade

Por Carol Guido / carol@gwsmag.com

A Laura, ou melhor, a Laurinha é uma das garotas mais queridas que já conheci. Não tô falando isso só por que somos amigas, juro. Ela realmente é tão gente boa, que é difícil não achar ela um amor com 5 minutos de conversa.

Talvez o motivo para esse jeito dela sejam as raízes mineiras. A Laurinha nasceu em Barbacena, mas veio pro Rio há quatro anos. Hoje ela tem 28, curte uma praia, choppinho com os amigos no fim de semana e faz as coisas mais simples do dia a dia de bike. Fica até difícil decidir se ela é mais mineira ou carioca. hehe

Uma das coisas que a gente mais curte nela é a Flow, marca de acessórios que a Laurinha tem há dois anos. Ela faz o design e cria todas as peças a mão. E o melhor é que tem tudo à venda na Loja GWS (prepara seu cartão de crédito e clica pra ver comprar!).

Empreendedora, linda, estilosa e muito gente boa. Por isso ela é a nossa garota da vez. Vem ver os looks e o 10 Coisas dela:

Dia:

Noite

10 Coisas:

Trabalho

“Sou muito feliz em trabalhar com o que gosto. Montei esse espaço em casa quando me mudei para a Barra e tive que sair do ateliê que tinha no Jardim Botânico. Eu mesma desenho e piloto as peças, e passo grande parte do meu tempo aqui, viajando nas idéias.  Normalmente isso está uma bagunça, mas rolou uma boa arrumação pra receber o GWS e fazer bonito! Rsrsrsrs”

Decoração DIY

“É algo que faço com muito prazer. Reformei vários móveis, inclusive os de estilo “Casas Bahia” (que pra muita gente não tem solução), pra deixa-los mais alegres e dar vida ao ambiente. A cômoda, a TV, o criado e a cabeceira da cama são exemplos das coisas “done by myself”. E eu adoro!”

Coleção de Revistas Trip

“Informação de qualidade, linguagem moderna e ótimos profissionais envolvidos. Quando não compro a versão impressa leio através do aplicativo no ipad. Gosto muito das entrevistas e das matérias do Arthur Veríssimo.”

Café

“Como boa mineira, sou viciada no tal do cafezinho. Criei o habito de tomar desde muito nova, na casa dos meus avós. Hoje, a primeira coisa que faço ao acordar é botar a água pra ferver, porque gosto mesmo é do café coado na garrafa. O cheiro é algo que remete a boas lembranças, coisas do interior. Se vier acompanhado de um biscoitinho ou chocolate então… delícia!!”

Tênis

“Não uso muito salto alto, sou adepta do conforto em primeiro lugar, por isso sempre escolho o bom e velho tênis. Pro meu dia a dia é bem mais prático, já que muitas vezes tenho que ir ao centro “bater perna”.  Pra sair, acho que a escolha do modelo certo pode deixar a produção mais cool.”

Insenso

“Pra trazer aquele clima zen e purificar a casa. Adoro ambientes perfumados com um bom insenso. Esse Krishna de masala é maravilhoso, foi presente de um amigo que trouxe da Índia.”

Livros místicos

“Tenho uma quedinha por assuntos como antigas civilizações, energia cósmica, vida em outros planetas, experiências transcendentais e coisas do gênero. Embora muitas dessas histórias sejam fictícias e algumas pessoas não dêem credibilidade ao tema, eu acho que todos eles se relacionam, afinal são os mistérios que sempre motivaram nossa evolução e continuam nos ajudando a encontrar respostas.”

Objetos de viagem

“Adoro misturar objetos de diferentes culturas, principalmente pra decorar. Aqui em casa tem coisas de vários lugares do mundo e isso é um barato. São presentes de amigos ou coisas que compro em viagens.  Fico imaginando como aquele produto foi feito e por onde ele passou pra chegar até aqui.”

Acessórios

“No trabalho e no armário, estão sempre presentes. Acho até que deveria usar mais coisas de uma vez, misturar tudo mesmo! Fica lindo e faz o maior estilo.”

Camisetas do namorado

“Há algum tempo descobri o conforto que é usar as camisetas do meu namorado. Tento estilizar, dobro a manga, corto, uso como saída de praia, com jeans… ele tem uma marca de camisetas com estampas muito legais, e enquanto não sai uma versão feminina, eu vou continuar me apropriando das minhas peças preferidas.”

PS: A marca do namorado da Laurinha se chama Cabrón e tem coisas muito iradas mesmo. Dá só uma olhada no site deles e me diga: vocês apoiam a ideia de fazer uma coleção de tees femininas em parceria com o GWS? =)


Warning: file_get_contents(http://graph.facebook.com/comments?id=http://www.girlswithstyle.com.br/10-coisas-laura-andrade/&summary=1): failed to open stream: HTTP request failed! HTTP/1.1 400 Bad Request in /home/gwsmag/www/wp-content/themes/gws/archive.php on line 63
Comentar

Tags:

Fanzine: O que é e como surgiu essa imprensa alternativa

Por Nuta Vasconcellos / nuta@gwsmag.com

fanzines

Em 2012,colocamos em prática o sonho de ter o GWS em versão impressa e lançamos a primeira edição do nosso fanzine, assim de forma tímida, sem muita pretensão. Mas a ideia deu tão certo, que vamos lançar a segunda edição em grande estilo! Com “Encontro Criativo” como falamos nesse post aqui.

Mas muitas leitoras perguntam pra gente, afinal de contas, o que é um fanzine? Fanzine é uma publicação impressa independente. Quem produz, pode expressar suas ideias e pensamentos sem restrições. O fanzine nasceu nos Estados Unidos nos anos 30, quando os poetas usavam o material para divulgar suas poesias, mas fanzineiros de carteirinha afirmam que o fanzine no formato como conhecemos hoje, surgiu no final da década 70, junto com o movimento punk na Inglaterra.

O primeiro exemplar de um fanzine que se tem notícia pode ter sido escrito ao som de Sex Pistols. Essa publicação chamava-se Sniffin’ Glue,  editada em 1976 na cena do punk rock britânico. Nos anos 70 e 80 o fanzine era instrumento do movimento contracultura e dos punks como forma de divulgar suas ideias sem nenhuma censura. Nos anos 90 foi a maior forma de espalhar as novas bandas do grunge, divulgar o movimento Riot Grrrl , o trabalho de quem não tinha muito capital para se mostrar no mercado, como ilustradores e desenhistas de quadrinhos e instrumento fundamental para os fã-clubes divulgarem novidades dos artistas. Eu mesma recebia todo mês um fanzine das Spice Girls em casa com todas as novidades sobre elas, bem antes da internet ser um lugar popular.

Os Fanzines viraram a imprensa alternativa, a solução para uma minoria se manifestar e espalhar por aí uma ideia, um conceito, um estilo de vida que estava longe da mídia mainstream.

fanzines-2

Nos anos 00’s os zines (apelido carinhoso) se transformaram em e-zines, fanzines online, mas de uns tempos pra cá, o clássico impresso tem ganhado força inclusive no universo da moda. Na gringa, algumas marcas começaram a fazer fanzines como a Urban Outfiters com o “DIY or DIE” que rolou com evento e tudo ano passado. O ” Crush Fanzine” tem apoio e divulgação da marca Open Ceremony e Tavi Gevinson editora da Rookie magazine já fez evento para as leitoras produzirem fanzines e já se declarou colecionadora, principalmente dos feministas.

Mas qual o papel do fanzine nos dias de hoje? Com a internet, fazer uma revistinha pode parecer uma coisa boba, mas a chance de entregar conteúdo em mãos para a pessoa que você acredita que vai curtir suas ideias em forma de papel ainda é única. A internet é um mundo de possibilidades, mas você tem que ter a “sorte” de chamar a atenção da pessoa no meio de um furacão de links. Fora que: Quem não gosta de recortar, pintar e colar? Não é uma delícia poder fazer isso e ainda por cima espalhar um pouco do que você acredita por aí? E como leitora? Não é gostoso ter aquele material físico, onde você pode ler e reler sua matéria favorita e fazer coraçãozinho em volta dela?

fanzine-gws

Existem Fanzines sobre música, filmes, poesias, vegetarianismo, HQ’s, política e até fanzines que divulgam outros zines. Até pouco tempo no Brasil esse universo ficava bem restrito ao underground, voltado para bandas punks, movimentos como o feminista ou anarquista. Mas isso vem mudando, e os fanzines estão começando a fazer parte de um universo mais abrangente. Mas a gente não pode negar que os fanzines feministas e do movimento Riot Grrrl foram os que mais  inspiraram o GWS nessa nova empreitada.

fanzines-3-brasileiros

Se você se interessou e quer saber mais sobre esse mundo, um bom começo é pelo blog brasileiro 365 fanzines, criado para disponibilizar um zine por dia. Lá vocês vão encontrar em pdf fanzines incríveis. Aliás, recomendo a leitura dos zines: True Lies, Cinisca, Muchacha e o Histérica e o e-zine Pretty Pony Mag.

Curtiram saber um pouco mais sobre Fanzines? Que tal começar o de vocês?


Warning: file_get_contents(http://graph.facebook.com/comments?id=http://www.girlswithstyle.com.br/fanzine-o-que-e-e-como-surgiu-essa-imprensa-alternativa/&summary=1): failed to open stream: HTTP request failed! HTTP/1.1 400 Bad Request in /home/gwsmag/www/wp-content/themes/gws/archive.php on line 63
Comentar

Tags:

Encontro criativo GWS: Lançamento de Fanzine e bate-papo com Felipe Veloso!

Por Girls With Style / gws@gwsmag.com

Finalmente vamos reunir nossas leitoras, amigas e bloggers em um encontro do GWS! Não é de hoje que a gente pensava em fazer um evento para conhecer melhor vocês e trocar ideias. Sabemos que demorou… mas se você é leitora do Girls With Style sabe que a gente tarda, mas não falha! Por isso, esse dia chegou. Acho que um dos motivos que “enrolamos” tanto para tirar do papel a ideia de fazer esse encontro é que queríamos mais do que um dia para tricotar. Queríamos um dia que de fato fosse especial para nós e que acrescentasse algo para vocês.

E foi pensando em todos esses itens que bolamos nosso ” Encontro criativo GWS”. Nesse dia vamos lançar nosso segundo fanzine! (quem lembra do primeiro que lançamos no final do ano passado?). Essa segunda edição está linda. Todo colorido e recheado de alguns dos posts mais legais da história do site. Pra completar, falando sobre moda e criatividade um bate-papo com o super stylist Felipe Veloso, não é imperdível?

Estamos com parceiros incríveis para fazer do Encontro criativo GWS um dia superdivertido, com conteúdo e é claro: cheio de presentes pra vocês. Nós não vamos entregar o ouro, mas se liguem em algum dos parceiros do nosso evento: LomographyGarnier, Cicero Papelaria, Tulli Lingerie, Colorama e Espaço Fashion.

Pode ter certeza que a gente não vai alimentar vocês só com criatividade e presentinhos fashion não! A Ki Doguinho e o Disk Torta estão responsáveis pelas delícias do dia. Tudo isso vai acontecer dia 04/08/13, domingo, às 15:00 horas no espaço superfofo do nosso hostel favorito da vida: O Z.BRA, no Leblon, aqui no Rio de Janeiro.

Se empolgou e quer estar com a gente nesse dia?  O evento é gratuito, mas as vagas são limitadas por conta do espaço e porque pensamos em fazer algo pequeno para que a gente possa conhecer e conversar com todas vocês. Para se inscrever basta mandar e-mail para: gws@girlswithstyle.com.br assunto: inscrição encontro criativo GWS.

E aí, curtiram a novidade?


Warning: file_get_contents(http://graph.facebook.com/comments?id=http://www.girlswithstyle.com.br/encontro-criativo-gws-lancamento-de-fanzine-e-bate-papo-com-felipe-veloso/&summary=1): failed to open stream: HTTP request failed! HTTP/1.1 400 Bad Request in /home/gwsmag/www/wp-content/themes/gws/archive.php on line 63
Comentar

Tags:

3 aplicativos legais de edição de vídeo para Android

Por Girls With Style / gws@gwsmag.com

Mês passado fiz este post sobre os apps de vídeo mais legais para iPhone e já tinha prometido fazer a versão para Android também. Pesquisei no Mr Google, consegui testar alguns e cheguei aos meus prediletos. Vamos comigo?

Lapse it

Sabe aquele efeito lindo tipo “tempo passando rápido” que a gente vê no Globo Repórter quando passa alguma matéria de Aurora Boreal? Então, este é app é para fazer vídeos deste estilo. Fica uma coisa linda documentar a vida, o céu, o que der na cabeça. E dá pra soltar a criatividade tipo o que este cara fez, olha só:

http://www.lapseit.com/gallery/3948

Lapse it : Grátis para Android e iPhone

Magisto

A proposta deste ap, como o nome sugere, é fazer mágica. Basta escolher vídeos na sua biblioteca, escolher uma música e adicionar filtros e efeitos. O resto ele faz sozinho. Algumas transições e efeitos são meio breguinhas. Tem que fuxicar antes para ver o que é customizável e deixar a parte baranga de fora. hehehe

Por falar em ser brega, separei um vídeo bem neste tipinho. Mas são animais fofos na água, não resisti.

Magisto: Grátis para Android e iPhone

VidTrim

Este app é mais básico, ele serve basicamente para cortar as partes do seu vídeo que você preferir. Como a interface é fácil e boa de mexer, vale a pena testar. Ele até tem uns efeitos, mas confesso que não curti muito. O legal é poder cortar as partes que não te interessam antes de usar os outros dois anteriores para editar.

Este não tem vídeo de exemplo porque o legal dele é fazer cortes. ;)

VidTrim: Grátis para Android

E vocês, conhecem mais algum mais aplicativo legal para edição de vídeos? Já usaram algum destes? O que acharam?


Warning: file_get_contents(http://graph.facebook.com/comments?id=http://www.girlswithstyle.com.br/3-aplicativos-legais-edicao-video-android/&summary=1): failed to open stream: HTTP request failed! HTTP/1.1 400 Bad Request in /home/gwsmag/www/wp-content/themes/gws/archive.php on line 63
Comentar

Tags: