5 Coisas que não dou a mínima: Ju Romano

Por Girls With Style / gws@gwsmag.com

Não temos palavras pra descrever o quanto a Ju Romano nos inspira todos os dias. Quando descobrimos o blog dela pela primeira vez, o “Entre topetes e vinis”, foi um respiro de alívio. Ver que tem gente falando de moda plus size sem pedir licença e fazendo conteúdo de beleza de um jeito empoderador nos dá uma esperança danada de que, ao contrário do que parece, a blogosfera não está perdida em ostentação e glamour.

Dona de uma opinião firme e linda que só ela, a Ju Romano é uma garota que não tem medo ir na contramão das imposições sociais. Assim, ela vai espalhando amor próprio por aí, ajudando cada dia mais leitoras a serem felizes consigo mesmas, criativas com seus armários e de bem com seus corpos. Quer um exemplo? A Ju criou uma tag chamada #agordaeamagra, em que ela tira uma foto usando o mesmo look que uma amiga magrinha pra mostrar como você pode SIM vestir a roupa que quiser, independente do seu tipo de corpo ou tamanho de manequim.

Coisa linda de se ver.

Mas vamos logo dar uma olhada nas 5 coisas que ela não dá a mínima? Certeza que vocês vão se identificar ou se inspirar (MUITO!).

Ju-Romano-5-coisas

1. Gordura corporal

Sabe aquela embaixo do sutiã, que divide as costas ao meio? Ou aquela que fica entre o peito e a axila? Tenho mesmo… E não dou a mínima. Algumas, como os pneuzinhos laterais, até cultivo com carinho.

2. Dar desculpas para emagrecer

Nada faz meus olhos revirarem na órbita mais do que ver uma pessoa fazendo uma dieta ultrarradical (daquelas que mais prejudicam do que ajudam) e soltando a frase “preciso perder uns quilinhos… Por saúde, sabe?”. Amiga, se você quer ficar magra com uma dieta maluca, isso é uma decisão sua, não precisa ficar arrumando desculpas. O corpo é seu, faça o que quiser com ele e assuma.

3. Cagar regra de saúde na vida dos outros

Cansa minha beleza o terrorismo da saúde. Cada um cuida da sua do jeito que achar melhor e as consequências de não cuidar da sua saúde serão só suas. Se quiser ter uma vida fitness, ótimo, se não quiser e preferir ser junkie e correr os riscos, também ótimo! Você não tem que seguir um estilo de vida só porque os outros acham que é o ideal, só você sabe o que é melhor para você mesma.

Nota: cuidar da saúde e viver uma vida equilibrada é uma ótima decisão na minha opinião, mas não acho que ninguém é dono de ninguém para ficar cagando regra na vida dos outros.

4. Regras da moda

Uma coisa que aprendi: regras foram feitas para serem quebradas. Quem é você pra me dizer o que fica ou não melhor no meu corpo? Quem diz o que tenho ou não que usar? Por acaso são os ditadores da moda que pagam minhas contas? Uma expressão apenas: não sou obrigada! E sempre o que é proibido é mais gostoso…

5. Sentimento de superioridade

Você é mais rica, mais bonita, mais inteligente, mais magra ou mais bem sucedida que eu? Que bom! Não dou a mínima… E continuo não achando que sou inferior a ninguém apenas porque sou diferente.

Pra acompanhar a Ju: Instagram . Twitter . Facebook . Blog

Curtiu o post? Que tal dar uma forcinha e ajudar a gente a divulgar o GWS? Dá um like, compartilha, um tuite também vale! :)

Ah, e pra saber mais do nosso universo encantado, é só seguir a gente nas redes sociais:

Instagram // Twitter // Facebook // Tumblr // Newsletter do GWS

Tags:


2 + 9 =


0 Comentários