Como usar tapetes na decoração da sua casa

Por Girls With Style / gws@gwsmag.com

Por Lis Souza:

Independente do seu gosto para decoração, todas queremos ter a casa o mais aconchegante possível. E os tapetes tem essa função, além de decorar, aquecem o ambiente e deixam essa sensação de acolhimento. Mas como incorporar os tapetes na decor? Como a aproveitar o melhor deles nos ambientes? Separei algumas dicas de como escolher o tapete ideal para cada casa, cômodo e tipo de decoração. Anota as dicas!

Os tapetes de fibras naturais, como algodão ou sisal, são mais caros por serem tecidos manualmente, mas são peças únicas devido ao tingimento natural de cada fibra. O ponto positivo é que tem maior durabilidade se forem cuidados de forma adequada. No Brasil várias regiões tecem tapetes lindos com matéria prima toda nossa.

gws-decoracao-tapetes-sisal

O sisal é mais simples de manter, pode ser varrido diariamente e uma vez na semana limpar com pano úmido e sabão neutro. Além de não soltar fios facilmente, exceto se se você tem gatos: eles amam o sisal e acham que o tapete é um arranahador, então eles vão arranhar seu tapete rapidinho – falo por experiência.

O tapete de sisal combina com decorações rústicas, sendo ótimos para entrada da casa ou cozinha, mas eu já tive no quarto e adorava. Tudo depende do conjunto da sua decoração. O sisal também não esquenta demais o ambiente, o que pro nosso clima brasileiro é ótimo!

gws-decoracao-tapetes-algodao-shaggy

O tapete de algodão exige um pouco mais de trabalho na hora de limpar, precisa aspirar com frequência e eventualmente lavar com água, sabão neutro e amaciante. Se você escolher uma cor clara, eu sugiro que use em locais de pouca circulação, como quartos ou closets, porque o algodão mancha e dá um trabalhinho pra limpar. Ele tem 2 versões: fio alto e baixo.
Os de fio alto, shaggy, precisam ser aspirados sempre, pegam mais pó e se você tiver animais eles vão amar deitar e rolar no seu tapete, aí tem que aspirar com mais frequência ainda.
O fio baixo é mais simples de manter, alguns podem ir na máquina na lavagem leve/sensível ou podem ser lavados a mão. Mas, nunca secar na máquina, por experiência, porque deforma a fibra do algodão, vale ter paciência e deixar estendido no varal.

gws-decoracao-tapetes-natural-e-sintetico

O tapete de algodão é democrático, vai bem em qualquer comodo e decoração, porque existem os mais variados modelos, cores e estampas. Sou suspeita pra falar desse tipo de tapete, é o que tenho pela casa toda, na cozinha são passadeiras, no quarto e banheiros tapetinhos de pé e uma passadeira no corredor.

Os tapetes sintéticos são mais fáceis de manter, porque em geral não absorvem água e não mancham com facilidade, mas a durabilidade pode ser menor. Hoje, existem inúmeras fibras sintéticas e mistas o que torna o valor deles mais acessível.

Pra brincar e mudar a decoração você pode abusar dos tapetes de formatos diferentes, por exemplo, colocando uma mesa quadrada sobre um tapete redondo.

gws-tapetes-tamanho

Uma dica ótima é observar que o tapete precisa ter pelo menos 50% mais espaço que o objeto colocado sobre ele. Assim, você cria um visual estéticamente harmônico e valoriza o objeto e o tapete. Sempre que o tapete ocupar toda a superfície abaixo dos móveis ele vai deixar o ambiente mais chic, elegante como nas revistas.

Falando em formato para quarto de criança ou ambientes mais criativos tem tanto tapete legal, de coruja, joaninha, boneca, carrinho, bola, foguete… Só procurar que a internet tem várias lojas bacanas.

As cores, eu adoro brincar com o contraste: tapetes claros em ambientes escuros, coloridos em ambientes neutros e etc. Mas, se quiser um visual bem clean os tapetes podem seguir a cor das paredes ou o mesmo tom predominante na decoração, só evite escolher tapetes da mesma cor do piso, porque eles somem!

Agora que o friozinho tá chegando acho que vou comprar mais tapetes pra casa, se quiserem mais dicas, sugestões ou tiverem ideias pra compartilhar é só comentar aqui no post que a gente estica a conversa!

— ♥ —

assinatura_2016_lis-souza

Tags:


2 + 4 =


0 Comentários