Creepers: Tudo que você precisa saber sobre esse sapato e aonde encontrar!

Por Marie Victorino / marie@gwsmag.com

Primeiro preciso contar pra vocês que tinha apenas uma coisa que eu queria muito encontrar quando fui pra NY: um par de creepers! Confesso que não sabia o nome desse modelo, mas falei pra super Nuta que queria um sapato que tinha uma flatform com relevinhos e lembrava um nauru! Ela foi na lata: “seeei, você quer um creeper!” Ok, missão dada… Agora vamos ver de onde ele veio e como chegou ao ano 2012 como meu sapato-desejo!

Os creepers foram criados para ser um calçado de guerra e foram usados pela primeira vez em 1945 por soldados na Segunda Guerra Mundial, com base no norte da África. Com o nome original de BROTHEL-CREEPERS, eles eram perfeitos para o ambiente por serem resistentes e permitir uma pisada mais firme.

Na década de 1950 os Teddy Boys  levaram os sapatos paras as ruas. E assim eles nunca mais saíram da cena underground atravessando as décadas de 60, 70, 80 e 90 no figurino de skinheads, punks, góticos e rockabillys.

Nos dias de hoje os creepers ganharam o coração de estilistas e editoras de moda e foram destaque essa semana nas passarelas resort 2013 da Chanel, em uma coleção que mostrava Maria Antonieta em pleno século XXI. De creepers e cabelos coloridos!

O modelo também apareceu nos desfiles de inverno 2012 das nacionais  Triton e Amapô e em revistas como Elle e Marie Claire gringas.

Mesmo ganhando “selo de aprovação fashion” os creepers continuam sendo um sapato estranho, underground e praticamente impossível de se ver nos pés de uma seguidora de tendências. (Infelizmente a caveira e as blusas de bandas não tiveram a mesma sorte) por isso eu amo TANTO eles.

Como eu disse ali em cima, já estava louca por um e quando achei para vender em Nova York levei sem hesitar. O melhor é que ele é muito confortável e vai bem com quase tudo e isso pra mim é meio fundamental, gosto de peças práticas, sabe?! Já usei com calça, saia, short e estou cada dia mais apaixonada <3.

Muita gente (inclusive eu) confunde os creepers com outros modelos flatforms. Mas os creepers possuem características bem específicas. Os modelos lembram uma mistura de oxford clássico com tênis, com cadarços ou fivelas (ou os dois!), sola com relevos laterais e em sua maioria uma costura trançada em formato U na frente do sapato.

Os fabricantes mais tradicionais do modelo são as inglesas Underground e T.U.K (foi a marca que eu comprei) e a boa notícia é que eles entregam aqui. Mas você também encontra creepers para vender no Brasil.

Saiba onde comprar creepers: (#entregando.o.ouro)

1) Underground Polka creepers £87.00

2) Vilela boots oncinha creeper R$220,00 (vale dizer que essa loja fica na Galeria do Rock em São Paulo! Av. São João, 439 – Primeiro andar, loja 250.)

3) Urban outfitters T.U.K MONDO black $70.00

4) ASOS Underground Fuschia Creepers $154.82

E aí? Abusei do mau gosto ou mandei bem? Detalhe: Já estou de olho em um bicolor! Hehehe!

Beijos,

Marie <3

Tags:


1 + 5 =


11 Comentários