Histórias em quadrinhos que você tem que conhecer!

Por Girls With Style / gws@gwsmag.com

Enviado por Isa Freire.

Eu nasci e cresci no meio de mil revistas em quadrinhos. Seria impossível evitar meu amor e respeito por super-heróis e HQs tendo um pai que se fantasiou de Super Pedro em mil novecentos e cinquenta e alguma coisa. Eu lia mil vezes as mesmas revistinhas da Turma da Mônica porque revista de super herói é incompreensível pra qualquer criança. Na verdade, elas são bem difíceis pra qualquer pessoa, porque todos as histórias já vem com uma mega bagagem de cada personagem, é difícil não ficar perdido em algum momento (se você não tiver uma enciclopédia de quadrinhos morando com você que nem eu). Porééém, existem histórias em quadrinhos maravilhosas que não sao continuações de uma história que começaram a contar em 1910 e merecem ser lidas (e vistas). Escolhi três dessas que me marcaram (e que na minha opinião tem tudo a ver com as leitoras do GWS) e uma novidade pra recomendar pra vocês.

 

 Red Rocket Seven– É a história de um cara, de outro planeta, que vem pra Terra e conhece todos os artistas que mudaram a história da música. Bom, na verdade, é ele quem cria toda a história da música mas não quero falar muito pra vocês lerem. Só vou dar um mini spoiler: sabem Ziggy Stardust? Pura influência do Red Rocket 7.  Um Forrest Gump imortal do mundo da música. (E é incrível ver todos os nossos artistas preferidos em formato de quadrinhos).

Pra saber mais: site oficial do escritor Mike Allred e o site da Devir, editora da versão em português da HQ.

Persépolis A história incrível e real de uma menina iraniana (ex persa), super valente que não quer saber de véuzinho na cabeça e usa uma jaqueta de couro escrito “punk is not ded”, tem uma avó fofa e vai morar na França e conhecer o outro lado do mundo (e fumar, beber e namorar) enquanto sua mãe quase morre de saudades antecipadas (quem nunca?). Tenho certeza que muitas de vocês irão se identificar. Estou no aguardo de uma festa à fantasia pra me fantasiar de Marjorie.

Persépolis virou livro e em 2007 ,virou filme e você pode assistir ele completo com legenda, aqui!

http://youtu.be/5Q_WXPXq-WM

Scott Pilgrim contra o mundo –  Um menino se apaixona por uma menina (que faz entregas de patins e muda a cor do cabelo todo dia – e sim, eu também estou aguardando uma festa à fantasia pra ser a Ramona Flowers por um dia) só que para conseguir namorar com ela, antes ele precisa derrotar todos os seus Exs (um indiano místico, uma menina revoltada, um vegetariano, gêmeos guitarristas, um celebrity e o chefão). Chefão mesmo, igual de videogame. Aliás, o formato da história é tipo de videogame. Com direito a “vida extra”, moedas, etc…

Em 2010 o HQ também foi para o cinema, com muitas referência dos games não apenas nas falas, mas em muitas situações. Quem curte um bom vídeo-game vai adorar toda a estética do filme. Quem vive Scott é o ator Michael Cera (aquele de Superbad e Juno) já é um motivo pra amar.

O Clube dos 27 – Jimi Hendrix, Janis Joplin, Jim Morrison, Brian Jones e Kurt Cobain… Todos morreram no auge de suas carreiras musicais aos 27 anos. Essa coincidência inspirou os jornalistas Christophe Goffette e Patrick Eudeline e o ilustrador Javi Fernandez a criarem a HQ “O Clube dos 27”, que conta a trajetória dessa galera. Quem inaugura a série é Amy Winehouse.

A edição com a Amy custa R$39,00 e você pode comprar aqui.

Eu indicaria também Lost Girls, a história da Dorothy do Mágico de Oz, Wendy do Peter Pan e Alice do País das Maravilhas, num mundo em que todas elas são muito safadinhas e bissexuais mas er.. é proibido para menores de 21 anos (sério, é pesado! hahaha), então se você é menor,  vamos fingir que esse quinto parágrafo não existe.

Até a próxima!

assinatura-Isa

 

 

Tags:


5 + 4 =


0 Comentários