Manual “de boas” da internet: Como evitar tretas na timeline

Por Girls With Style / gws@gwsmag.com

Por: Juliana de Oliveira Silva

Um dia eu decidi ser uma pessoa “de boa”. Mas, o que significa isso? Bom, quando parei para realmente questionar as coisas e os comportamentos que andava vendo na internet, percebi que nada daquilo realmente faria alguma diferença e resolvi mudar. Hoje, não é nada difícil encontrar os barracos (ou tretas) online, às vezes até na sua própria timeline. Você posta um comentário sobre um acontecimento qualquer e de repente, tá estourada a 3ª guerra mundial na sua rede social. E pior, você está se desgastando emocional e fisicamente por, vamos pensar um pouco… NADA!

Sim, nada… Geralmente essas discussões online que envolvem temas polêmicos (homosexualidade, racismo, política) vêm acompanhados de comentários baseados em NADA também. Muito achismo, muito blá blá blá. Muita vontade de impor uma opinião, nenhuma de ouvir. Ou seja, por mais que você responda com simpatia, boa vontade, fatos comprovados e números, o outro lado não está muito a fim. O que vemos nesses casos são agressões verbais gratuitas sem que você vá tirar algum proveito daquela conversa. Por isso, resolvi fazer uma sessão de desapego às redes sociais e para isso passei por alguns passos que compartilho com vocês, caso também queiram se livrar desse comportamento tóxico.

fique-de-boa

1. Não poste!

Calma! Não se assuste! Não é pra sempre! Eu fiquei alguns meses quietinha na minha, só olhando, sem postar nada. Cada um tem seu tempo. Ninguém melhor pra saber o seu, do que você mesma. No que isso adianta? Sabe aquele post super polêmico que você tá doido para compartilhar? Você vai ter que deixá-lo passar e perceberá assim, que você não precisa realmente compartilhar tudo a todos os momento. Tá de boas só ver e achar legal. Resultado: Um dia menos estressante.

2. Pare de seguir os intolerantes.

Quem não tem um tio que dá vontade de matar pelo facebook? Em vez de arranjar confusão ou ficar bem irritada toda vez que vir um post, clica lá nele e pare de segui-lo. Se você não curte seus posts e não o segue, ele não aparece na sua timeline. Pronto! Você só vai ter que lidar com ele no almoço de domingo.

3. Exclua os indiferentes.

Aceite que na realidade não faz a mínima diferença o número de amigos que você tem na rede social. Faculdade, trabalho, escola… Sim, é legal ver as pessoas que já foram próximas da gente. Mas, por exemplo, sempre tem aquela galera da antiga faculdade, que nem eram tão amigos assim, ou seja, não rola nenhum tipo de relacionamento fora das redes e eles ainda por cima só postam coisas que te deixam beeem chateada? O que fazer? Excluir. Excluir uma pessoa da rede social não significa que você a odeia. Só que a rede é sua e você pode sim escolher do que se cercar. Se eu passar na rua por eles não vou virar a cara nem nada, mas ali no facebook, não rolava mais.

4. Devolva sorrisos para as grosserias.

Essa tática, na verdade devia ser a número 1. Mesmo que você não queira parar de seguir ou excluir ninguém. Com essa dica, sua vida online vai melhorar. Quando você postar algo e um ser das trevas vier querendo sugar sua energia positiva, responda com a maior fofura que conseguir. Mande beijos no final! A pessoa vai se descabelar sozinha e perceber que está sendo mala. Nas próximas vezes, os comentários virão com menos ódio.

Depois de passar por esses passos, eu fui percebendo a cada dia mais que, primeiro, a gente não vai mudar a cabeça das pessoas brigando pelas redes sociais e segundo, nossa vida já está tão cansativa, pra quê se estressar mais ainda em uma ferramenta de entretenimento?

O próprio nome já diz, rede social, eu quero entrar lá e ver coisas legais de gente que tem um pensamento parecido com o meu ou que mesmo que pense muito diferente, esteja lá para construir, conversar e debater!

Ninguém vai agradar todo mundo, óbvio que não. Mas, estar rodeado de coisas mais agradáveis, se tornar uma pessoa mais de boa e logo, as pessoas também se tornam de boas com você.

Curtiu o post? Que tal dar uma forcinha e ajudar a gente a divulgar o GWS? Dá um like, compartilha, um tuite também vale! :)

Ah, e pra saber mais do nosso universo encantado, é só seguir a gente nas redes sociais:

Instagram // Twitter // Facebook // Tumblr // Newsletter do GWS

assinatura-juliana

Tags:


5 + 1 =


0 Comentários