Meu caso de amor com a marca britânica de cosméticos sustentáveis LUSH e por que você também vai amar.

Por Nuta Vasconcellos / nuta@gwsmag.com

lush-sp-entrada-03(Fachada da nova LUSH Brasil nos Jardins, SP)

Acho que já disse algumas vezes aqui no GWS que a perdição da minha vida são os cosméticos. Desde muito nova sou apaixonada por hidratantes, sabonetes, tônicos e tudo mais que vocês possam imaginar da indústria da beleza. Sempre tive uma queda por produtos naturais e artesanais, tanto que com 17 anos fiz um curso de sabonetes, só pra poder fazer minha própria barrinha  de leite de cabra e aveia #truestory. Eu também me aventurei na faculdade de estética, mas desisti no primeiro período porque achava que era um mundo mágico de cheiros e alquimia mas na verdade era algo bem burocrático.

lush-sp-loja(Por dentro da loja mais cheirosa do mundo!)

lush-sp-imperials(Imperialis: Melhor hidratante pra pele mista que eu conheço!)

Mesmo depois de desistir da carreira profissional no mundo dos cosméticos, meu interesse pelo universo só cresceu e foi assim que eu conheci a marca inglesa, LUSH. O título pode parecer exagerado, mas quando eu digo que tenho um “caso de amor” com a marca, não é mentira. Vocês provavelmente se lembram da primeira vez que avistaram aquele amor platônico, não é? Pois é, eu também lembro da primeira vez que “vi” a LUSH. Ano de 2001, lendo a revista VOGUE. Uma notinha falando como a marca inglesa de cosméticos naturais tinha conquistado o coração das paulistas. Eu recortei a notinha, guardei e colei no meu caderno de “coisas para se fazer em SP”. Pouco tempo depois, fiquei sabendo que abriram uma LUSH no Rio, pertinho de casa e nunca vou me esquecer da primeira vez que entrei e senti aquele cheiro dos deuses. A partir daí, tudo, tudo meu era da LUSH. Eu me senti órfã quando a marca acabou no Brasil em 2007 .

lush-sp-mesao(Mesa em que você pode conhecer, cheirar e experimentar alguns produtos)

Mas depois da tempestade amigas, sempre vem a bonança! E a LUSH voltou ao Brasil com uma loja incrível no Jardins, em São Paulo. E voltou com tudo mesmo já que a loja é a maior loja LUSH do mundo. Nela você pode encontrar não só os produtos que consagraram a marca, mas também as novidades como os perfumes e maquiagem! Além disso, o espaço conta com o SPA da LUSH onde você vive uma experiência sensorial incrível. Só mesmo conhecendo o espaço para entender.

lush-sp-spa-sala-relax(Espaço LUSH SPA para tratamentos corporais)

lush-sp-spa-essencias(Escolha sua essência para massagem)

lush-sp-skkim(Novidade da LUSH que já virou meu perfume favorito da vida! Sikkim Girls)

lush-sp-batom-marie(Marie experimentando as makes!)

lush-sp-fresh-farmacy(Fresh Farmacy: Melhor sabonete facial que já usei para controlar minha rosácea!)

Eu acho que eu gosto tanto da LUSH porque não é só uma marca de cosméticos. É uma marca que tem uma filosofia, crenças, causas e você sente o amor em tudo, tudo mesmo. Um dos motivos de eu admirar tanto a LUSH é a preocupação com os animais e meio ambiente. A marca é totalmente contra testes em animais e vai além de não praticar.

Em 2012 por exemplo, fez na vitrine de uma de suas lojas na Inglaterra um show ao vivo de como são feitos os testes em animais, obviamente reproduzidos em um humanos. A marca também tem um projeto chamado LUSH PRIZE que anualmente concede um prêmio em dinheiro para cientistas que promovem grandes avanços em remover a necessidade de animais em testes de toxidade.

lush-sp-ecobag(Lutando contra testes em animais)

lush-sp-marie-nuta(Conhecendo a linha FUN sabonetes que são como massinhas de modelar!)

lush-sp-carol(Carol amou os produtos em latinhas!)

A LUSH também se preocupa em reciclar suas embalagens e criar produtos auto-conservantes ou seja, sem parabenos. Até em seu catálogo de produtos a marca tem engajamento político e aborda assuntos como a guerra dos Drones no Paquistão e a luta por um comércio justo, o make trade fair. A LUSH acredita que o único caminho é a ética.

Mas como essa marca tão incrível nasceu? Nos anos 70, Mark Constantine fundador da marca era um cabelereiro e esteticista que desenvolvia produtos naturais para suas clientes. Mais tarde ele se juntou a Rowena Bird e Helen Ambrosen para pesquisar produtos de beleza feitos com ingredientes naturais como frutas, flores e raízes, que prometiam cuidar da aparência e, simultaneamente, induzir à sensação de bem-estar.

lush-sp-dream-cream(Meu hidratante favorito no mundo! Você tem a pele do corpo irritada? Vermelhidão? Cravinhos? Experimenta o Dream Cream e depois me conta!)

As primeiras criações, feitas à mão com ingredientes naturais no fundo de um quintal, foram oferecidas, em 1978, à The Body Shop, a famosa rede inglesa de cosméticos politicamente corretos, que imediatamente comprou a ideia. O trio de ex-hippies chegou a fornecer 40% dos produtos da marca, até decidir partir para um próprio negócio, em 1988, com um sistema de vendas por catálogo, a Cosmetics to Go. Deu tudo errado. O projeto naufragou por má administração, uma enchente inundou a fábrica e eles perderam tudo o que haviam investido. Quebrados, mas com um sonho na cabeça, cinco anos depois, inauguraram a LUSH, em1994, na cidade de Poole na Inglaterra.

lush-sp-trichomania(Já usou shampoo sólido? Se não, experimenta o Trichomania! Além do perfume dos deuses, deixa o cabelo super macio e com brilho)

Achei que seria legal contar essa história pra vocês. Não só porque a LUSH tem produtos maravilhosos e que funcionam de verdade, mas porque é uma marca que não tá só afim de fazer cosméticos. Quer fazer a diferença. O que a gente tenta fazer aqui no GWS todos os dias, de pouquinho em pouquinho e esperamos que inspire vocês a fazer o mesmo.

Pra conhecer: Rua da Consolação 3459, nos Jardins, em São Paulo.

Curtiu o post? Que tal dar uma forcinha e ajudar a gente a divulgar o GWS? Dá um like, compartilha, um tuite também vale! :)

Ah, e pra saber mais do nosso universo encantado, é só seguir a gente nas redes sociais:

Instagram // Twitter // Facebook // Tumblr // Newsletter do GWS

assinatura_NUTA

 

Tags:


9 + 7 =



Warning: file_get_contents(https://graph.facebook.com/?id=http://www.girlswithstyle.com.br/meu-caso-de-amor-com-a-marca-britanica-de-cosmeticos-sustentaveis-lush-e-por-que-voce-tambem-vai-amar/&summary=1): failed to open stream: HTTP request failed! HTTP/1.1 403 Forbidden in /home/gwsmag/www/wp-content/themes/gws/comments.php on line 60

2 Comentários

  • Giu

    Amo a Lush mas eles usam sim parabenos! Metilparabeno e Propilparabeno em muitos produtos, é só checar no site ou nos rótulos.