Mulheres inspiradoras: Existe regra para o empoderamento?

Por Girls With Style / gws@gwsmag.com

Desde quando eu percebi que eu posso ser quem eu quiser, da maneira que eu quiser e me sentir melhor, eu tenho buscado maneiras de cada dia mais ser dessa forma e de encorajar as mulheres que estão ao meu lado a se empoderar da mesma maneira. Mas, por mais que a mensagem de empoderamento feminino seja universal tenho visto que muitos têm deixado de lado o indivíduo que está a se empoderar. Veja bem: somos seres humanos, temos vontades únicas e até egoístas, temos desejos que ninguém sabe e não podemos tentar nos encaixar em um contexto sem levarmos em consideração os nossos desejos individuais.

existe-regra-para-o-empoderamento-feminino

Ilustração: Kim Michey

Alguns dias atrás, li um texto de uma mulher que contava como as Kardashians tinham a ajudado amar o seu corpo cheio de curvas. Prontamente, várias pessoas vieram criticar o fato dela ter se inspirado em mulheres que fizeram diversas cirurgias plásticas. A partir disso eu comecei a perceber que as pessoas muitas vezes querem nos ditar até mesmo em quem e como devemos nos inspirar.

Se eu olho para o espelho, aceito meu corpo com todas as suas imperfeições e perfeições e digo o quanto amo, isso tem mais valor do que alguém que ama o seu corpo do jeito que ele é apesar de ele ter passado por algumas intervenções estéticas? Afinal de contas, esse seu orgulho de si só é válido quando o seu corpo é aquele que ‘veio de fábrica’?

Claro, as Kardashian são ricas e famosas, elas podem fazer as intervenções que quiserem, com os melhores profissionais e talvez isso faça com que muitas pessoas se frustem por não ter essas mesmas oportunidades, mas aí nós entramos em uma visão de aceitação pessoal mais ampla que passa pelo estético, social, pessoal e financeiro.

gws-quote1

Como disse no início do texto: cada ser humano tem a sua particularidade, logo, cada um terá a sua forma de se empoderar e isso pode mudar no decorrer das fases da vida e não cabe a ninguém julgar se está certo ou errado. A cantora Alicia Keys, recentemente, publicou uma carta aberta contando a sua decisão de não usar mais maquiagem e disse que foi a coisa mais forte, poderosa, livre e honestamente bonita que ela já sentiu. Porém, a maquiagem pode ser um elemento forte no empoderamento feminino fazendo a mulher se expressar da maneira que quer e, muitas vezes até a aproximando mais de si. Cada um sabe aonde o calo aperta.

Sei que somos frutos de uma determinada cultura que nos ensina a sempre querer ser ‘melhor’ esteticamente do que nós somos e que isso muitas vezes nos coloca em um nível doentio de neura. Entenda que não estou apoiando nenhuma mulher a deitar em uma mesa cirúrgica ou muitos menos, dando argumentos para aquelas que sofrem com essa pressão diária para se encaixar em um padrão da sociedade. O que eu quero dizer é que acima de tudo nós temos que buscar a nossa liberdade de maneira geral e apoiarmos a liberdade do próximo sem que ninguém receba um julgamento sobre isso, pois o nosso corpo, nossas vontades, nossas alegrias, nossos desejos não pertencem a ninguém que não esteja sempre do outro lado do espelho.

— ♥ —

assinatura-de-post-sue-tayne

Tags:


6 + 2 =


1 Comentários

  • Verys

    Adorei o texto Sue e assino embaixo. Seja lá o que você quer ser, quem você queira ser ou se inspirar o importante e estar bem consigo mesmo, sem bitolações. :)