O Path vai te pegar!

Por Carol Guido / carol@gwsmag.com

É impressão minha ou tá todo mundo de saco cheio do flood de reclamações do twitter e quer morrer quando vê a orkutização tomar conta do facebook? Pois bem, então conheçam o Path, rede social que conheci há uns dois meses e acho que talvez vocês queiram conhecer também.

Aproveitando que o meu trabalho fora do GWS é ser Social Media, já vou adiantar o lado de vocês que estão aí, começando a se sentir um peixe fora d’água nesse mundo mainstream (brinks) do twitter e do face.

O Path é uma rede social só para mobile (Android e iPhone) que não tem nada de nova, mas ainda assim já deu sinais de que tem potencial. Primeiro por que é bonitinha. Segundo por que tem um quê de mistura do melhor do Instagram (você pode postar fotos, entre outras coisas, e elas ficam organizadas numa timeline), com o melhor do Twitter (as postagens tem que ser curtinhas e você sempre posta o que está rolando no momento). E terceiro por que tem poucas pessoas que usam e ainda não existem milhões de funcionalidades, fatores muito importante para quem está a fim de um momento de calmaria.

Mas não se empolgue tanto. Você ainda não vai abandonar o Facebook e o Twitter pelo Path. As propostas são parecidas em vários aspectos (discurso “share your life with the people you love”), mas também são muito diferentes. No Path você vai construir o seu pequeno jornalzinho da vida. Tudo que você fez, lugares que visitou, pensamentos aleatórios, vídeos, fotos, enfim, uma coletânea dos seus pequenos passos ao longo do tempo. Lembrando que só entra o que você coloca, então não vale culpar a rede social por ser muito invasiva ou algo assim.

Alguns pontos importantes: Se você entra no Path de algum amigo que já adicionou, esse amigo recebe uma notificação de que foi visitada. Mas se essa pessoa ainda não for sua amiga, você não consegue ver nada do perfil dela. E toda vez que você olha as coisas que seus amigos postaram, aparece que você viu. Ah! E também rola integração com Facebook, Twitter e Foursquare. Bem prático.

No fim das contas, é bom experimentar pra entender, mas se você quiser, também pode assistir o vídeo abaixo antes de experimentar:

http://vimeo.com/32856179

Redes sociais são como paixões. Quando está no auge, você acha que não consegue viver sem. Quando começa a cair na rotina, você sente raiva, ódio, até que começa a se afastar e…. arruma uma nova paixão! E aí, vai dar uma chance pro Path te pegar?

Tags:


1 + 3 =


0 Comentários