Organizando sua viagem – Checklist de documentos que não podem faltar

Por Carol Guido / carol@gwsmag.com

Amor por viajar é um negócio praticamente unânime, né? Também, pudera, é bom demais conhecer lugares novos, ter experiências diferentes, se sentir mais livre.

Mas se tem uma coisa que também é unânime, é a chatice de organizar documentos, vistos, seguros, dinheiro, cartões, e etc. Esta burocraciazinha que você tem que lidar antes é o que garante que sua viagem seja tão legal e despreocupante. Então, mesmo sendo chato não dá pra deixar as coisas a Deus dará.

E se hoje você entrou no GWS e de repente se interessou por este post porque tá prestes a fazer uma viagem, hoje é seu dia de sorte. Vou dar uma desmistificada no assunto e tentar resumir quais os documentos que não podem faltar na sua carteira.

Estas dicas são muito baseadas nas minhas experiências pessoais e nas do meu amigo Google. É sempre válido ter dupla atenção nas sua preferências próprias e do local que vai visitar.

Dito isso, bora logo pro checklist?

carteira-kipling-documentos-viagem-01

carteira-kipling-documentos-viagem-04

✓ Passaporte / Identidade 

Bom, isso é o básico do básico, né? hahaha Vai fazer uma viagem pro exterior leve o passaporte. Se for pra qualquer país que faça parte do Mercosul, leve identidade. Não pode ser carteira de motorista.

Para a Europa há uma exigência atual em que diz que seu passaporte tem que ter validade de pelo menos 3 meses depois da data de volta ao Brasil. Ou seja, se você volta dia 1° de janeiro, seu passaporte tem que estar válido até pelo menos 1° de abril.

Se você é menor de idade veja quais as documentações necessárias no site da Polícia Federal.

Quando viajo sempre faço uma xerox do documento que eu tiver levando, reconheço firma, e ando com ela. O original deixo no cofre do albergue ou hotel.

 

✓ Dinheiro, travel cards, cartão de débito e crédito

Atualmente o melhor jeito de economizar é levar dinheiro vivo pras viagens. Digo isso porque os cartões de débito e travel cards (são tipo um cartão de débito, só que pré pagos) passaram a cobrar uma tarifa de 6,38% de iof, que até o final de 2013, era só 0,38%. Nos cartões de débito a tarifa é em cima de cada compra. Nos travel cards / travel money é no momento da transferência do dinheiro.

Por outro lado, andar com grandes quantias de dinheiro vivo pode ser perigoso. Imagina se você for comprar um celular ou laptop novos, além de roupas, make, e das despesas essencias da viagem. Não é recomendável ficar com toda essa grana viva.

Por isso, o que eu faço é dividir meu dinheiro.

Para alimentação + transporte + extra pra emergências eu levo em espécie.

Para compras e programas mais caros eu levo meu cartão de crédito e o de débito. Lembre-se de desbloqua-los antes de viajar. Ligue pro SAC do seu banco pra avisar o período que vai estar fora. Se você não fizer isso eles podem bloquear compras como medida de segurança anti-fraude.

Também levo um travel card que está associado a minha conta no banco. Se por acaso o cartão de débito não funcionar, eu posso transferir na hora, pela internet, o dinheiro da minha conta pro travel card. Era tão bom quando a tarifa era 0,38%. =( Eu só usava ele.

Travel cards que já tive e gosto:

Global Travel American Express (não é coisa de rico, ele é grátis e se você tiver conta no Itaú, pode transferir pra ele pela internet quando quiser)

Visa Confidence

carteira-kipling-documentos-viagem-03

✓ Vistos

Dependendo do país e do período que você vai viajar, você pode precisar de visto ou não.

Falando rapidinho dos países mais comuns:

EUA

Turistas precisam sair do Brasil já com um visto “prévio” valido por 10 anos. Mas ele não te garante entrada no país ainda. Quando chegar, você ainda vai passar por uma entrevista na imigração do aeroporto e lá eles te liberam ou não pra entrar.

Veja informações detalhadas sobre como pedir teu visto no site oficial.

Europa

A os países da União Européia não exigem visto prévio para brasileiros que vão passar 3 meses ou menos turistando por lá.

Quando você chegar no aeroporto vai passar por uma entrevista com a imigração (como nos EUA) e na hora eles carimbam teu passaporte autorizando ou não a entrada. Se você for fazer mochilão em vários países, a cada destino você vai passar pela imigração novamente.

 

✓ Vacinas

EUA e Europa não exigem vacinas na hora da imigração.

Mas eu já fui pra Jamaica e tive que tomar a de febre amarela. Veja com antecedência se o seu destino exige vacina no site da Anvisa.

 

✓ Seguro saúde

Pra qualquer viagem internacional é recomendado que você faça um seguro saúde. Por precaução e pra evitar dores de cabeça maiores, sabe? Mas na Europa o seguro é uma exigência e tem que ter uma cobertura de 30.000 euros. Antes de fazer seu seguro, pesquise. Veja se o seu cartão de crédito oferece seguro gratuito ou algum desconto em seguradora conveniada.

Se não, veja pelo menos umas 2 ou 3 opções de seguradoras e seus orçamentos. Cuidado pra não acabar economizando demais no valor e ficar com uma cobertura muito pequena.

Se viajar pra Europa, já sabe. Se for para os EUA / América do Sul recomendo uma de 20.000 dólares ou mais. E se for praticar esportes radicais, verifique se a seguradora cobre este tipo de atividade. Leia as cláusulas com calma antes de fechar. Com saúde não se brinca, viu?

Alguns seguros mais conhecidos:

Mapfre

Porto Seguro

Mondial

– Seguradora para esportes radicais: World Nomads

Nunca precisei acionar seguro, então não saberia dizer qual o melhor. Já tive o da Mapfre, Mondial e World Nomads. Acho válido dar aquela vasculhada básica na fanpage da empresa e Reclame Aqui antes de contratar.

carteira-kipling-documentos-viagem-02

carteira-kipling-documentos-viagem-05

✓ Passagem e reservas

Imprima tudo e leve com você. Você não sabe se vai ser fácil se conectar a internet quando chegar, então garanta a papelada mais importante impressa. E isto inclui:

– Informações de como acionar o seguro saúde

– Passagem ida e volta

– Voucher do hotel ou albergue

– Voucher de aluguel de carro (se você tiver)

– Mapa e instruções do aeroporto para o local onde você vai se hospedar

 

✓ Telefones úteis

É bom ter sempre a mão o endereço e telefone de locais que você pode acionar se precisar.

– Ambulância

– Polícia

– Bombeiros

– Embaixada e consulado do Brasil da cidade

– Seu hotel

– Contato no Brasil

Ufa!

Parece muita coisa, mas quando você vai acompanhando pela checklist fica tranquilo de não esquecer nada. Agora é só botar tudo na carteira e relaxar.

Ahhhh e a carteira linda das fotos é da Kipling, modelo “Brownie”, coleção Partylicious. Como tudo deles, ela é cheia de espaço e compartimentos. Eu gosto muito destes modelos grandões, mas tem de tudo quanto é tamanho, jeito e cores. ;)

 

post-em-parceria-gws

Curtiu o post? Que tal dar uma forcinha e ajudar a gente a divulgar o GWS? Dá um like, compartilha, um tuite também vale! :)

Ah, e pra saber mais do nosso universo encantado, é só seguir a gente nas redes sociais:

Instagram // Twitter // Facebook // Tumblr//Newsletter do GWS

assinatura-Carol_11

Tags:


8 + 7 =


1 Comentários