Os filmes do John Hughes que marcaram a minha vida (e provavelmente a sua também!)

Por Carol Guido / carol@gwsmag.com

Se você viveu sua infância ou adolescência entre os anos 80 e 90, John Hughes com certeza teve alguma influência na sua vida. Mesmo que você não saiba.

Este cara foi responsável por diversos filmes, seja dirigindo ou sendo roteirista, que moldaram a forma que os jovens (xóóófens haha) eram retratados nos cinemas durante estas duas décadas. Ele criou um humor próprio e muito acertado, diálogos altamente reais que a gente conseguia mesmo se relacionar, uma linguagem única e as histórias em si cheias de reflexões maravilhosas sobre a vida. Ferris Buller que o diga.

Como eu ando revendo filmes dele ultimamente, e cada vez que assisto, é ainda mais legal, separei aqui os títulos que acho que vale a pena dar uma atenção. Seja pra conhecer o trabalho do cara, seja pra fazer uma sessão nostalgia, tenho certeza que você não vai se arrepender.

filmes-john-hughesBreakfast Club / Clube dos Cinco

Melhor filme dele na minha opinião. John Hughes escreveu e dirigiu esta história de cinco adolescentes muito diferentes entre si, que tiveram que cumprir um dia de detenção na escola em que estudam e por conta disso tem que passar o dia todo juntos, convivendo com suas diferenças e similaridades que eles nem imaginavam.

Os valores que o filme passa são apenas sensacionais, é algo lindo de se ver.

Por favor se você ainda não conhece, vai asssitir. Mudou minha vida. E tem no Netflix.

 

Ferris Buller`s Day Off / Curtindo a vida adoidado

Páreo duro com “Clube dos Cinco”, este filme também poderia ser considerado o melhor dele. Mais uma vez, Hughes atuou como escritor e diretor.

Em “Curtindo a vida adoidado” o personagem principal, Ferris, consegue ser o cara mais engraçado, carismático, merdeiro, inteligente e reflexivo ever. E isso tudo porque ele tira um dia pra matar aula com a namorada e o melhor amigo em grande estilo.

Acho que todo mundo já viu esse, mas se você não viu, sério. Para de ler agora e vai ver.

 

Home Alone / Esqueceram de mim

Em “Esqueceram de mim” John Hughes foi roteirista e produtor. A ideia pro filme surgiu quando ele tava dirigindo “Quem vê cara não vê coração”, que também é com o MaKaulay Culkin.

Como não se emocionar ao lembrar de Kevin passando loção no rosto e fazendo aquela cara de susto épica? E saltitar de empolgaçnao com ele criando armadilhas pros bandidos? E quase morrer de medo de tudo ir por água abaixo quando ele acaba caindo na mão dos caras?

Apenas faça um favor a você mesmo e reveja este clássico. De preferência na semana do Natal, pra ficar assim, bem completo.

 

Pretty in Pink /A Garota de Rosa Shocking

Mais bobinho que os dois primeiros, mas eu adoro. Conta a história de uma garota que vive um triangulo amoroso entre o melhor amigo e o garoto mais gatinho da escola.

Amo o personagem do melhor amigo, vivido pelo Jon Cryer. E a garota também é bem legal, estilosa, criava as próprias roupas, era bem independente e não ficava tentando mudar a si mesma pra se adequar.

Mas tem a parte cliché, e a atração que ela sente pelo garoto popular. Ainda assim vale muito a pena.

Um detalhe importante: o final não é o que o John Hughes queria que fosse. Então, ele fez uma história similar, com o final que ele queria, que virou filme um ano depois. É o último aqui da lista. ;)

 

Sixteen Candles / Gatinhas e Gatões

É o menos legal desta lista, mas ainda assim eu acho que vale a pena ver. Porque mesmo com o conflito principal sendo fraco (garota normal apaixonada pelo cara mais popular da escola), acho que traz boas reflexões e principalmente críticas.

Você provavelmente vai conseguir notar o machismo gritante em diversas cenas e como elas tinham passado batidas quando vimos ainda adolescentes. Acho este exercício de olhar pra trás bem interessante.

Outra coisa legal é fazer uma analogia com o filme da Emma Stone, “Easy A”. Não dá pra falar muito mais que isso sem soltar spoilers.

E, sei lá, ele arranca umas risadas, dá uma nostalgia boa, essas coisas.

 

Some Kind of Wonderful /Alguém muito especial

É o único destes todos que eu ainda não vi, mas fiquei mega curiosa quando soube que tinha o final que eu queria ter visto em “Pretty in Pink”. Conta a história de um garoto que vive um triangulo amoroso entre a garota mais popular da escola e a melhor amiga dele. Deve ser bem fofo. Alguém já viu?

 

E esta é minha lista! Será que faltou algum? Espero que não! Me contem nos comentários o que vocês acharam dos filmes, se já tiverem assistido. E se não, pelo menos os três primeiros me promete que você vai dar uma chance? Eu ouvi SIM? Ok! hahahaha

PS: A Lully também fez este vídeo sobre o John Hughes que recomendo muito assistir. Ela indica 3 filmes essenciais dele, que estão nesta lista, mas como ela entende muito mais de cinema que eu, não vai ficar repetitivo. ;)

assinatura-Carol_11

Tags:


2 + 1 =


0 Comentários