7 marcas de cosméticos veganas e naturais para você conhecer

Por Girls With Style / gws@gwsmag.com

Que as discussões sobre sustentabilidade nunca estiveram tão presentes, não é novidade pra nós. Mas a preocupação com o impacto que causamos com os produtos que escolhemos para nos embelezar ainda é novidade para alguns. Num mercado que parece não sofrer tanto com a crise, marcas com novos conceitos de consumo de beleza vem despontando nas prateleiras e ganhando adeptos que querem unir consciência ambiental e paixão pelos cosméticos.

Cosméticos veganos, cruelty-free e orgânicos, principais termos usados pela indústria engajada ambientalmente e que ainda geram um montão de dúvidas. Você sabe o que cada um quer dizer? Veganos são aqueles que não se utilizam de nenhum componente de origem animal na formulação. Mel ou corantes oriundos de insetos? Nem pensar! Na categoria dos cosméticos com selo cruelty-free (livre de crueldade), estão aqueles que não realizam testes em animais, ainda que essa discussão seja muito polêmica. Alguns países como a China não permitem a comercialização de cosméticos que não sejam testados desta forma, com isso muitos protetores da causa animal não reconhecem marcas que comercializam seus produtos nestes locais como verdadeiramente cruelty-free, por acreditarem que em algum momento da cadeia produtiva, até as mãos do consumidor, é realizado algum teste. Um órgão chamado PETA (People for the Ethical Treatment of Animals) divulga regularmente as listas de cosméticos considerados cruelty-free. Vale a pena olhar antes de comprar um novo creme ou item de maquiagem ou ficar de olho nos selos “cruelty-free” que aparecem em muitas embalagens e sites. Já os orgânicos são produzidos exclusivamente com ingredientes naturais certificados e dentro dos princípios de sustentabilidade, pois são ecologicamente corretos e socialmente justos, se preocupando com as comunidades envolvidas e com resíduos não poluentes. Não contém nenhum tipo de componente sintético como parabenos, derivados do petróleo, sulfatos, formaldeídos e fragrâncias artificiais, ingredientes danosos pra saúde, causadores de possíveis alergias e doenças graves como câncer.

Com esse intuito, vamos conhecer algumas marcas bacanas e responsáveis em sua produção?

Lush: Marca delicinha de cosméticos frescos, feitos à mão, cruelty-free e sem embalagens! Só amor! A Nuta já fez um post bem completo sobre a marca aqui.

7-marcas-veganas-lush

Bioart: Pioneira no Brasil em criar eco make-ups! Linha incrível de biocosméticos e maquiagens veganas e orgânicas.

7-marcas-veganas-bioart

Feito Brasil: Tive o prazer de conhecer pessoalmente o filho da fundadora da marca e conversar com ele sobre todo o processo de fabricação dos produtos, fiquei encantada! A marca é cruelty-free, vegana, feita artesanalmente, com embalagens recicláveis, pratica comércio justo e valorização do ser humano. Ainda pratica o empoderamento feminino. Sim! As mulheres lideram a marca, ocupando os principais cargos de chefia, produção e gestão.

7-marcas-veganas-feito-brasil

Dona Orgânica: Marca com linha completa de maquiagem orgânica e cruelty-free. As embalagens são uma graça!

7-marcas-veganas-dona-organica

Alva: Marca alemã de cosméticos e maquiagem. Todos os produtos são veganos, cruelty-free e orgânicos!

7-marcas-veganas-alva

Obsessive Compulsive Cosmetics: Queridinha dos maquiadores, tem uma linha enoooorme de maquiagens veganas e cruelty-free, incluindo cores moderníssimas. Foram pioneiros na criação do Lip Tar, o famoso batom líquido. É gringa, mas vale a pena se juntar com as amigas e dividir o frete.

7-marcas-veganas-Obsessive-Compulsive-Cosmetics

Lola Cosmetics: Produtos incríveis para os cabelos, veganos e cruelty-free. Eu amo o Garota Veneno (ótimo para o retoque periódico das ruivas). As linhas para cabelos crespos e cacheados e a linha de tintas coloridas também fazem muito sucesso.

7-marcas-veganas-lola-cosmetics

O que não falta é opção bacana, ambientalmente e socialmente, né? Vale super a pena ter mais cuidado ao escolher aquilo que a gente consumir a partir de agora.  Bora tentar!?

— ♥ —

assinatura_2017_aline-massa


Warning: file_get_contents(https://graph.facebook.com/?id=http://www.gwsmag.com/7-marcas-de-cosmeticos-veganas-e-naturais-para-voce-conhecer/&summary=1): failed to open stream: HTTP request failed! HTTP/1.1 403 Forbidden in /home/gwsmag/www/wp-content/themes/gws/home.php on line 72
1 Comentários

Tags:

Circuito SOMAS

Por Marie Victorino / marie@gwsmag.com

Quando a Larissa Conforto marcou uma reunião com a gente querendo colocar em prática algumas ideias que estavam na cabeça dela, a gente já sabia que era coisa boa. Ela é uma dessas minas que a gente admira pra caramba, é baterista da banda Ventre e muito engajada nas causas de empoderamento feminino. Ela tinha acabado de voltar de uma experiência incrível que é o Girls Rock Camp, que participou como voluntária e o objetivo dela é conseguir trazer esse evento maravilhoso pro Rio algum dia ainda. Mas como existe uma burocracia pra isso e ela queria muito colocar alguma coisa em prática já agora pro Dia Internacional da Mulher, a gente sentou e pensou em várias coisas que podíamos fazer unindo forças com outras garotas. Daí surgiu a ideia de um circuito de eventos, onde cada grupo utilizasse seus espaços pra levar cultura, aprendizado, música, entretenimento, arte e autoestima pra outras mulheres: a SOMAS.

circuito somas b

Começando na quinta-feira (09/03), a inauguração do circuito acontece no estúdio Polo Norte, na Zona Norte, e contará com a apresentação da banda capixaba My Magical Glowing Lens, um bate papo com a editora e sound designer Vitória Parente, além da exibição do curta de terror “Não Olhe Agora”, que fala sobre assédio. O grupo do Espírito Santo está prestes a lançar novo álbum em maio deste ano e apresenta canções inéditas no evento. Com uma performance enérgica e psicodélica, o show da My Magical Glowing Lens é irreverente e criativo. A apresentação faz parte da turnê nacional que já passou por Nordeste, Sul e  Sudeste.  Os ingressos variam entre 15 e 20 reais.

Já na sexta-feira (10/03) é a vez do “Chá de autoestima”, com a Nuta Vasconcellos, no nosso Espaço Criativo. As vagas são limitadas, porque o espaço é pequeno! Então estamos fazendo as inscrições por email (gws@gwsmag.com). Só colocar no assunto: “Inscição Chá de Autoestima” e esperar a confirmação. É de graça!!

Com uma pegada mais baladeira, o Motim abre as portas no sábado (11/03) para a festa “Entendidas e Caretas”, que contará com o set da DJ Cris Borges, além da apresentação burlesca de Patrícia Gia Nut. O evento também recebe a banda de punk Ostra Brains, e ainda exibe a exposição de Cris Urf e do coletivo Elva. A entrada custa 10 reais. Fechando a programação, no domingo (12/03), é dia de soltar a criatividade nas oficinas de zine e montagem de palco/som. Haverá também roda de conversa e baile Riot, com a discotecagem da Sosó Soso. Os ingressos custam cinco reais.

Os precinhos são amigos e as atrações são maravilhosas! Pra saber mais informações de horários e endereços, é só entrar no evento do facebook: circuito SOMAS.


Warning: file_get_contents(https://graph.facebook.com/?id=http://www.gwsmag.com/circuito-somas/&summary=1): failed to open stream: HTTP request failed! HTTP/1.1 403 Forbidden in /home/gwsmag/www/wp-content/themes/gws/home.php on line 72
Comentar

Tags:

Chá de autoestima: Encontro gratuito no Espaço Criativo GWS!

Por Nuta Vasconcellos / nuta@gwsmag.com

cha_deautoestima-convite

Já estávamos com saudade! Fazia tempo que a gente queria fazer um evento gratuito e reunir novamente nossas leitoras e amigas em um evento do GWS! Como em todo evento nosso, queremos mais do que um dia para tricotar. Queremos um dia que, de fato, fosse especial para nós e que acrescentasse algo para a vida de vocês. E foi pensando em todos esses itens que desenvolvemos mais um encontro criativo, dessa vez, chamado “Chá de autoestima”. Por que esse nome? Porque vai ter muito chá geladinho com uma receita especial com folhas e flores que ajudam a gente a construir nossa autoestima, presentinhos e muito papo sobre amor próprio. Mas será mais que um encontro, vamos fazer um workshop e abrir discussões para melhorar a sua autoestima e aprender a exercitar a ter uma atitude mais positiva sobre seu corpo, suas roupas e sua capacidade física e emocional. Afinal, antes de qualquer habilidade, diploma ou oportunidade, a autoestima é a chave para uma vida feliz, bem sucedida, realizada e saudável. A ideia é fazer um curso mesmo e aplicar nossa visão em relação a nós mesmas. O bate-papo vai ser comigo, Nuta Vasconcellos!

Chá de autoestima
sexta-feira 10/03/17 às 15 horas

Bloco 1 – Por que precisamos falar sobre autoestima?
Crescemos com uma pressão enorme de família, mídia e até professores dizendo como devemos ser e como devemos nos comportar. Como conseguir ser você mesma e ser bem sucedida estando insegura sobre quem você é?

Bloco 2 – Ter autoestima significa não querer mudar nada em você?
Se amar não significa ter uma confiança inabalável e nem forçar a achar lindo o que você não gosta em você. Ter amor próprio é sobre aprender a se sentir digna e capaz e saber que transformações são fruto do amor e não do ódio.

Bloco 3- Autoestima e a moda

Uma roupa sem você dentro é só um pedaço de pano. Aprenda a ter uma relação mais saudável com a moda, como desenvolver seu estilo e dicas infalíveis para se sentir melhor com você mesma e com as suas escolhas de moda.

Bloco 4- O sucesso está relacionado diretamente a sua autoestima

Ter confiança te motiva e te impulsiona a seguir seus sonhos e ir atrás de oportunidades. Como acreditar na sua capacidade e tirar os planos do papel

Bloco 5 – Vamos exercitar essas ideias?

Vamos compartilhar histórias e fazer juntas exercícios que estimulem a nossa autoestima e nos ajude a entender melhor nosso corpo e nossa mente.

Espaço Criativo GWS: Flamengo, Rio de Janeiro – RJ

O EVENTO É GRATUITO MAS AS VAGAS SÃO LIMITADAS!

Interessadas e-mail: gws@gwsmag.com assunto: Inscrição Chá de Autoestima

Vem que vai ser lindo!

assinatura_2016_nuta-vasconcellos1


Warning: file_get_contents(https://graph.facebook.com/?id=http://www.gwsmag.com/cha-de-autoestima-encontro-gratuito-no-espaco-criativo-gws/&summary=1): failed to open stream: HTTP request failed! HTTP/1.1 403 Forbidden in /home/gwsmag/www/wp-content/themes/gws/home.php on line 72
Comentar

Tags:

6 dicas para melhorar seu texto para o Google

Por Girls With Style / gws@gwsmag.com

Se você é blogueiro, jornalista ou cria conteúdo na internet deve se perguntar como faz para melhorar seu texto para o Google e já deve ter se deparado com a sigla SEO. Mas o que isso significa? SEO, nada mais é que Search Engine Optimization, ou em bom português, Otimização para Motores de Busca. Se mesmo assim, você não entendeu nada, a gente te explica. Cada vez que uma pessoa faz uma pesquisa nos buscadores – como Google, Bing, etc. -, os mesmos rastreiam em busca do melhor resultado. Quando um site ou blog é otimizado (ou tem um bom SEO), em resumo, o conteúdo deles aparece mais vezes e em posições mais altas para os usuários.

6 dicas para melhorar seu texto para o Google

Listamos seis dicas de ouro para já começar a fazer no seu conteúdo:

1 – Título é tudo

A primeira coisa que o Google lê é o título da sua publicação. Por isso, tenha em mente quais palavras-chave você quer destacar no seu texto e as coloque mais à esquerda do título. Se você vai escrever uma postagem sobre “água da chuva”, tente, ao máximo, colocar esse termo no ínicio do título.

2 – As imagens também são indexáveis

Tem gente que esquece, mas muitas buscas são feitas no Google Imagens. Assim, além do no próprio nome da imagem (foto.jpg), também preencha o campo de “alt text” que aparece na sua plataforma de publicação.

3 – Tudo no primeiro parágrafo

Eu gosto de dizer que o Google não curte muito surpresas. Se ele tiver que ler dois parágrafos para entender qual o assunto do seu post, pode ter certeza que não vai “gostar”. Assim, como em um texto jornalístico fale no primeiro parágrafo sobre seu assunto principal, bem como use as palavras-chave.

4 – Linkbuild

Essa é uma estratégia muito importante para que seu site seja mais conhecido pelo Google. Consiste em troca de link entre seu site e outros sites da internet. Você pode e deve colocar links para outros sites que achar relevante às suas postagens. Mas isso tem que ser feito de maneira natural, o outro site curtiu sua postagem e fez um link para você. Caso contrário, o Google pode te penalizar se perceber que você está fazer um troca combinada.

5 – Conteúdo recorrente

Se você fala sempre de um assunto, o Google vai começar a entender que esse tópico é importante no seu blog/site. Com isso, ele vai aumentar sua relevância sobre esses temas, se você fala bastante de games, você vai começar a ter relevância nesse assunto, por exemplo.

6 – URL amigável

Sabia que em muitos dos casos, pode-se criar um título X e um URL Y? Você criou um título bacana para otimizar e ainda dar um charme editorial, mas na hora de ver a URL, ela não ficou o que você queria. Dessa maneira, você pode colocar só palavras-chave.

Exemplo:
Ruim – www.amanhaeuteconto.com.br/arquivo/x33874
Melhor seria ter o título da matéria ou tema na URL:
www.amanhaeuteconto.com.br/6-dicas-rachel-zoe-vida-profissional/

Essas são dicas básicas para você começar a melhorar seu conteúdo para o Google! Quer saber mais? Tem dúvidas? Quer colocar em prática? Vai rolar curso de SEO – Otimização no resultado de busca no Espaço Criativo GWS!  Inscrições e mais informações: aqui!seo-otimizacao-capa

— ♥ —

assinatura_2017_livia-jacome


Warning: file_get_contents(https://graph.facebook.com/?id=http://www.gwsmag.com/6-dicas-para-melhorar-seu-texto-para-o-google/&summary=1): failed to open stream: HTTP request failed! HTTP/1.1 403 Forbidden in /home/gwsmag/www/wp-content/themes/gws/home.php on line 72
Comentar

Tags: