Para ler: Resposta Certa

Por Carol Guido / carol@gwsmag.com

“Resposta Certa “é o tipo de narrativa que eu costumo chamar de livro-descanso. Não te dá trabalho nenhum pra ler, é engraçadinho e desperta aquela curiosidade essencial para continuar lendo e saber o que acontece no final.

Mas já vou logo alertando, não é nenhum supra sumo. Sei que é ruim começar um review assim, você já perde a vontade de ler o livro de cara. Não leva tão a mal e nem ao pé da letra. “Resposta Certa” merece ser lido sim e vou te dizer por que. Só deixa eu dar uma pincelada na sinopse antes para vocês se situarem.

“Resposta Certa” conta a história de um garoto chamado Brian Jackson, que está saindo da casa mãe para começar a faculdade e uma nova vida no campus. Por lá ele tem a chance de realizar o sonho de participar de um programa de TV famoso, o Desafio Universitário (sim, tipo Show do Milhão só com estudantes) e é claro, descobre o que é ter um amor platônico por uma garota super popular da faculdade.

Para um garoto aleatório, de uma cidade aleatória, que não tinha muita emoção na vida, até que as coisas mudam bastante pra ele. E o desenrolar do livro é em torno disso. Novidades e emoções que um garoto passa quando vê que a vida é mais do que o mundinho que ele viveu até o início da adolescência.

Agora voltando aos motivos para ler.

Primeiro que o autor é David Nicholls, o mesmo de “Um Dia” (já falei dele aqui no blog). É legal ver um outro lado do escritor, com uma narrativa mais leve e sem foco em um relacionamento amoroso.

Segundo que o personagem principal é realmente divertido (me peguei rindo alto algumas vezes). Ele tem um monte de referências legais, é irônico, faz graça dele próprio e tem uns pensamentos (a narrativa é em primeira pessoa) tão típico de menino que te dá a sensação que ele poderia muito bem ser um amigo nerd-gente-boa da faculdade.

Por último, é um livro que consegue te ajudar a desligar e descansar a mente. Histórias leves tem essa vantagem. Às vezes você está a fim de ler, mas não está a fim de pensar muito. Se é este o seu caso, assim como foi o meu, “Resposta Certa” é uma boa.

Depois de ter falado isso tudo e quem sabe até te convencido a ler eu não queria estragar no final, mas vou ter que lembrar o que eu disse lá no começo. Ao contrário dos milhões de elogios que escrevi sobre “Um Dia”, “Resposta Certa” definitivamente não é lá aquela Brastemp. Não espere um super final, uma super reviravolta, uma super nada. Mas se você curtiu os motivos que eu falei, vai. E depois me conta o que você achou que já tô curiosa para saber se sou a única que não curtiu tanto assim.

C.

Tags:


2 + 2 =


0 Comentários