Para resgatar a confiança e autoestima é preciso entender que você é única

Por Girls With Style / gws@gwsmag.com

Por Júlia Meirelles:

Assim como você, cresci inserida numa realidade que prega a magreza a todo custo, sendo indiferente ao bem-estar do indivíduo e da sua própria originalidade. Quando você está fora desse padrão, passa anos da sua vida, acreditando piamente que tem algo de muito errado com você. Acreditando nessa verdade absoluta, começamos a agredir nossos corpos e nossas mentes, entrando em dietas milagrosas e tomando remédios que prometiam a felicidade eterna; afinal, só dá pra ser feliz sendo magra, né? Errado. Cuidar da saúde é uma coisa. Viver numa nuvem de paranoia e preocupação é outra.

O que eu aprendi com as minhas experiências é que aceitar seu corpo e suas características físicas da maneira como elas são torna a caminhada da vida mais tranquila, menos estressante e atribulada. Ao invés de simplesmente nos apegarmos ao aspecto físico de partes do nosso corpo, que tal pensarmos no aspecto fisiológico do nosso corpo inteiro? Até porque ninguém é só um pedaço de bunda ou de nariz, né?

– A sua perna grossa é o que te faz andar por aí.

– As suas mãos pequenas demais são as mesmas que seguram sua comida, que fazem carinho no rosto de alguém que você ama, que digitam aquele relatório do trabalho.

– O seu nariz grande e largo é o que te faz respirar mais e melhor.

ce2904fb35ea3eeb0cacc0684c044f4c

Essa mentalidade de que só é possível ser feliz de uma única maneira, dentro de um padrão, não é errada. É inconcebível. Tentar se encaixar nele só causa sofrimento, ansiedade e frustração. Somos indivíduos. Únicos. Dentro das nossas tão diversas características e personalidades. Já parou pra pensar que devemos celebrar nossas diferenças, ao invés de padronizá-las?

aspas-diferençasUm pedaço de pano costurado e pendurado num armário não tem vida. A partir do momento que nós vestimos aquele pedaço de pano e saímos pra viver é que ele ganha significado e relevância. E pra isso acontecer, essa roupa tem que ser sustentada por um corpo. E todos nós temos um corpo. Podemos não gostar de algumas características, mas viver para criticá-las e torná-las maiores do que efetivamente são com certeza não é o melhor caminho.

Não é um pedaço de pano, uma numeração gravada na etiqueta de uma loja ou uma revista de moda que determina quem você é. Muito menos o tamanho do seu corpo. Entender essa lógica é um dos primeiros passos pra gente conseguir resgatar nossa confiança e autoestima, que tem sido esmagada e enterrada todos esses anos por novos padrões impostos todo santo dia em todos os lugares. A resposta que a gente procura, na maioria das vezes, está dentro da nossa própria cabeça.

Vamos juntas repensar o consumo, a autoestima e moda? Afinal, o que queremos sentir, transmitir e pensar não está escrito em nenhuma revista. Está dentro de nós.

– ♥ –

Curtiu o post? Que tal dar uma forcinha e ajudar a gente a divulgar o GWS? Dá um like, compartilha, um tuite também vale! :)

Ah, e pra saber mais do que rola no nosso dia a dia, é só seguir a gente nas redes sociais:

Instagram // Twitter // Facebook // Tumblr // Newsletter do GWS

assinatura-julia-meirelles

Tags:


9 + 5 =



Warning: file_get_contents(https://graph.facebook.com/?id=http://www.girlswithstyle.com.br/para-resgatar-a-confianca-e-autoestima-e-preciso-entender-que-voce-e-unica/&summary=1): failed to open stream: HTTP request failed! HTTP/1.1 403 Forbidden in /home/gwsmag/www/wp-content/themes/gws/comments.php on line 60

0 Comentários