Pra assistir: Unbreakable Kimmy Schmidt

Por Carol Guido / carol@gwsmag.com

Pode botar aí mais uma pra lista de fãs de Unbreakable Kimmy. Euzinha.

A série, que estreou há pouco mais de um mês no Netflix já vem tomando de amores um monte de gente legal, divertida e feminista. Foi por reparar nas pessoas que estavam assistindo que eu resolvi dar uma chance. E amei. Vou contar pra vocês porque.

O plot de Unbreakable Kimmy Schmidt é o seguinte: Kimmy, a protagonista vivida por Ellie Kemper (sim, The Office <3), viveu por 15 anos presa num bunker com mais 3 mulheres. Todas foram “capturadas” por um líder religioso e viveram por todo esse tempo sendo convencidas por ele que o mundo tinha acabado e elas estavam devidamente protegidas das mazelas do apocalipse neste bunker.

Até que um dia são resgatadas. E Kimmy vai morar em NY, em busca de uma nova vida.

Unbreakable-Kimmy

Essa premissa parece meio louca, né? E é mesmo. Umas das coisas legais da série é o estilo nonsense. A linguagem tem muita referência de internet, memes, atualidades, ironias. Você, garota conectada (desculpaê a expressão quadrada, mas não achei outra), vai se amarrar.

Outro fator gerador de bacaneza pra série é a Kimmy em si. Ela é uma garota incrível! Inspiradora demais. Forte, inteligente, resiliente, feminista e com um coração enorme. Além de tudo é muito fofa. Acho legal esse ponto da fofura. Muitas vezes, parece que se você for ingênua ou doce, não pode ser firme. Isso é o que o mundo faz a gente acreditar, já que estamos sempre sendo colocados em caixinhas e quem faz parte de uma, não pode fazer de outra. Pois bem, não é verdade. E a Kimmy mostra isso tão bem na série. Me enche de alegria só de ver porque me identifico demais com este impasse fofura vs firmeza.

anigif_optimized-787-1425929464-6

A pegada feminista forte é ponto alto e sendo criada e desenvolvida por Tina Fey, não dava pra esperar outra coisa. Cheia de momentos empoderadores, diálogos que abordam a sororidade, o girl power e a igualdade, além de tocar em assuntos urgentes dentro da indústria do entretenimento, como os padrões de beleza, suas modinhas e consequências.

Quem curte um tom de ironia também vai se deliciar. A comédia de Unbreakable é baseada no sarcasmo. Mas não aquele sínico e nocivo, e sim o tipo que faz piada com o opressor. Não com o oprimido.

Por último, mas não menos importante, tem o Titus, roomate da Kimmy em NY. Vivido pelo ator Tituss Burgess (sim, mesmo nome), este personagem é mega carismático, engraçado e muitas vezes rouba a cena. Ele é negro, gay e, ohhh, barrigudo. Imagina o quanto de reflexões em forma de comédia que ele provoca? É bonito de se ver e um tapa cheio de glamour e glitter na cara da sociedade. hahaha

Se você leu até aqui e só pensa “Quero assistir!” é só correr pro Netflix. Como a produção é toda deles, a primeira temporada já foi lançada inteira lá. São 13 episódios, com um pouco mais de 20 minutos cada um.

Um adendo muito importante antes de acabar este texto: não poderia deixar de citar o que aconteceu esta semana e envolve a série de um jeito bem negativo. Confesso que me deu uma baita broxada.

Foi o suicídio do dermatologista das estrelas hollywoodianas, Dr Brandt. O médico foi (Será que o certo seria colocar um “supostamente” aqui? Pra mim, não.) satirizado pela sua aparência em um dos episódios, com o personagem Dr Grant, viciado em procedimentos estéticos e cirurgias plásticas.

A mídia toda está reportando que o Dr Brandt tinha sérios problemas de depressão e que a série teria sido o estopim pra que ele tenha decidido se suicidar.

Pra mim, não dá pra defender Unbreakable Kimmy aqui. Dá um Google e veja as similaridades. O que vocês acham?

Curtiu o post? Que tal dar uma forcinha e ajudar a gente a divulgar o GWS? Dá um like, compartilha, um tuite também vale! :)

Ah, e pra saber mais do nosso universo encantado, é só seguir a gente nas redes sociais:

Instagram // Twitter // Facebook // Tumblr // Newsletter do GWS

assinatura-Carol_11

 

Tags:


9 + 5 =



Warning: file_get_contents(https://graph.facebook.com/?id=http://www.girlswithstyle.com.br/pra-assistir-unbreakable-kimmy-schmidt/&summary=1): failed to open stream: HTTP request failed! HTTP/1.1 403 Forbidden in /home/gwsmag/www/wp-content/themes/gws/comments.php on line 60

0 Comentários