Primeiramente boa noite #31 – Faça amor não faça jogo

Por Girls With Style / gws@gwsmag.com

Por Gian Lucca:

#31

Você conheceu uma pessoa legal, em 30 segundos durante o primeiro beijo viu sua passagem pra Paris comprada da lua de mel cafona-linda e seu filho de olho verde florescente. Eu vou te ajudar. Sim, você quer ir pra Paris ser cafona igual a todo mundo e tirar uma selfie dando selinho no Jardins du Trocadéro. Calma, respira, tá tudo bem.

1 – WhatsApp: A partir do momento que você conheceu essa pessoa, fodeu, aquele reloginho que fica da última hora que foi visualizado vai ser seu novo melhor amigo e não tem problema nenhum nisso. Trate ele como uma pessoa querida e sempre, sempre torça pra ele sair do relógio e ficar online. A dica é jogar pro universo e não fazer jogo de “vou dar 5 minutos e depois respondo”. A sua consciência tranquila é o que vale. Se você quer responder na hora, responda! Deixa quem quiser que esteja do outro lado do telefone pensar o que quiser. Sobre mandar fotos… Hoje em dia virou íntimo mandar fotos por WhatsApp num nível escroto. Deixar o cara te chupar ficou menos íntimo. É sério. Maaas, se você ficar muito a fim de mandar uma parada e tem certeza que o cara não é um machinho babaca, mande, porque seu coração e o universo vão te ajudar. Mas se rolar dúvida, snapchat tá aí pra isso.

2 – Instagram: Sim, você pode curtir as fotos da pessoa. Não sei por que raios existe jogo de relacionamento em volta desses likes das redes sociais. Cara, matemática simples: ficou provado que as pessoas que usam Instagram abrem o aplicativo mais de 15 vezes por dia e curtem mais de 30 fotos por dia. É isso, você vai curtir as fotos do teu romance. Eu uso a técnica do “curto tudo que aparece no feed” e é verdade, eu curto tudo. Eu penso que dar like nas fotos das pessoas hoje é como um presente, você fica feliz recebendo likes. Eu adoro dar presentes. A matemática acima eu tirei da minha cabeça, mas certamente você achou plausível porque todo mundo abre o Instagram 87 vezes por dia.

3 – Facebook: Não coloque músicas que você não ouve pra impressionar o seu futuro amor, não compartilhe links inteligentes de assuntos que você não sabe nem sobre o que se trata. Não existe jogo nenhum no Facebook, porque também, é uma rede social chata. Se ele postar uma parada e você realmente curtir, curta. Acho Facebook mais aberto e envolve muito mais gente, muito mais assuntos do que Instagram, por exemplo. A dica mesmo é deletar o Facebook, porque é uma rede social imbecil cheia de spams e jogos que envolvem fazendas e criação de vacas tristes. Vacas do tipo animal mesmo.

4 – Twitter: A melhor coisa do Twitter é que você pode chutar o balde pra qualquer coisa. Você pode reclamar da morte do Clodovil mesmo ele tendo falecido há uns 5 anos atrás. Não tem problema. Pode lamentar que não rolou namoro com aquele carinha que você investiu. Vai passar batido, ganhar uns RT’S, um “I feel ya sister”. Jamais aquele drama e comoção que rola no facebook acompanhado da sua tia mandando inbox perguntando se você está bem. Twitter é legalize. Seja você mesma no Twitter que isso que é legal. Fale bem ou fale mal, fale no Twitter.

5 – Tumblr: Está liberado ser artista, hipster, maria-tatuagem ou groupie. É legal ser fã do barbudo da banda que ninguém conhece, é legal saber que Monet existiu em algum momento do mundo das artes, que você assistiu Friends e compartilhou na sua timeline um gif de um diálogo clássico da série. O Tumblr também é usado para mandar indiretas disfarçadas de “quotes” da Lana Del Rey, mas o meu voto é mandar uma direta mesmo. Uma rede social que não precisa falar, só mostrar.

Afogar o Santo Antônio não está nos teus planos. Você, no máximo, vai criar um grupo no WhatsApp com seus melhores amigos pra contar passo a passo dessa conquista. Contar que ele curtiu sua selfie no Instagram, que curtiu a música que você postou no Facebook e que retweetou sua piada sobre a Copa do Mundo no Twitter. Joga pro universo e #façaamornãofaçajogo. ESSA É UMA CAMPANHA DO GWS E DE MAIS NINGUÉM. Chora haters, bora amar!

*Uma leitora mandou pra gente um post e um livro com uma campanha real “Faça amor, não faça jogo”. A nossa é só uma brincadeirinha (entendedores entenderão pelo contexto de quando publicamos este post hehehe) e achamos irado. Olhaí o link do site.

Curtiu o post? Que tal dar uma forcinha e ajudar a gente a divulgar o GWS? Dá um like, compartilha, um tuite também vale! :)

Ah, e pra saber mais do nosso universo encantado, é só seguir a gente nas redes sociais:

Instagram // Twitter // Facebook // Tumblr // Newsletter do GWS

assinatura Gian_ copa

Tags:


4 + 6 =


2 Comentários