O que um corte de cabelo pixie pode fazer por você

Por Girls With Style / gws@gwsmag.com

pixie hair

Eu era dessas que chegava no salão munida de várias referências – seja recorte de revista, print no celular ou pastinha no Pinterest – e com muita expectativa. Sempre esperava sair de lá me sentindo outra Mariana – e nunca funcionou. Em parte porque um processo de transformação pessoal não é simples assim. Depois que entendi isso, a única coisa que eu queria mesmo era um corte prático. Os outros, você seguiria admirando pelo Instagram. E foi nessa que eu senti meus olhos brilharem de novo – mesmo sem querer acreditar. Primeiro a gente começa juntando referência do que poderia realmente ficar bom na gente, depois sai jogando um verde com os mais chegados pra ver se colhe maduro. Pensa, pondera, decide, desiste, decide de novo, liga e marca um horário – antes que desista mais uma vez. E foi! Sem muito planejar, com referências que não casavam entre si, sem muita ideia do que eu queria, mas sabendo exatamente o que eu não queria, eu fiz o famoso pixie, conhecido por aqui também como “joãozinho”, uma forma sutil de dizer para mulheres que você está investido em um corte considerado masculino.

Tudo que eu escrevi até agora, foi pra chegar aqui. É aqui que realmente começa o sentido deste texto. É uma reflexão (ainda pequena) do impacto de um corte de cabelo quando ele foge do convencional, do que se espera de um mulher.

Primeiro, antes que você perceba como isso pode afetar você, é visível o impacto nos outros. As pessoas em geral não entendem e querem saber por quê; “afinal, é uma mudança muito drástica!”, disseram. Teve quem perguntou se era promessa e quem também agradeceu por não ser “uma dessas doenças que faz cair o cabelo”. Gente que perguntou se eu era doida, ou se estava passando por algum momento difícil. Uma hora você se acostuma e responde quase no automático que não tá doente, não era promessa, que cortou porque tinha curiosidade, que gostou bastante do resultado. É muito difícil para a maioria das pessoas, entenderem que sim: Ter um corte pixie é uma escolha feliz, saudável e resultado de muita resolução com a sua autoestima, não ao contrário.

E aí você vivencia o dia a dia. E nem tudo é foto de Instagram. Acordar parecendo uma catatua é de lei; tem dia que ele não abaixa, ou que não desamassa; e que fazer um rabo era mais fácil; tem dia que você se olha no espelho de camiseta e calça de pijama e se acha sim, a cara do seu irmão sem barba.

Mas é sim libertador. Você se testa e reflete sobre padrões, sobre cultura e empoderamento; dias que você nem acredita que cortou, mas agradece mentalmente ao seu cabeleireiro por não ter te dado tempo de pensar duas vezes. E nesses dias você consegue ver o que o tal do Joãozinho pode fazer por você.

Você passa a reparar no que antes não fazia diferença, como o formato da sua cabeça. Eu já me peguei em frente ao espelho, enquanto secava o cabelo, observando o que antes eu nunca tinha dado bola, mas agora eu conheço exatamente como é. Um corte de cabelo pode te dar a chance de se conhecer mais por dentro e por fora. Ou em como naquela partezinha ali ele vira de uma forma diferente, ele tem um redemoinho…

Sem meus quase 50 cm de cabelo para jogar para um lado e para o outro, eu tive que pensar em outra forma de me sentir feminina e sensual porque não ensinam isso pra gente. Ensinam a sermos dependentes do cabelão. Eu sempre me ancorei no cabelão (e nas suas infinitas jogadas) para completar o sorriso, para fazer charme, para me sentir mais feminina e até mais menininha, quando queria. Eu tive que começar a prestar atenção em mim. Em meio a tantas coisas no dia a dia, eu tive que me forçar a prestar atenção em mim para descobrir o que sempre esteve ali, mas eu nunca tinha dado importância. E aí você percebe mãos, gestos, novas formas de sorrir e quando usar cada uma delas. Valoriza também sua postura e a forma de andar. E sem tanto cabelo na cara, aguça mais o olhar.

A gente cresce com esse complexo de Sansão, achando que nossa força, nossa chance de ser notada pelos potenciais parceiros sexuais e amorosos e a nossa beleza estão condicionados ao fato de ter um cabelo longo, sedoso, brilhante e com leves ondas. Mas tem um mundo aí de variedades que precisa de visibilidade e de estímulo. E as mulheres não são incentivadas a refletir sobre isso. Outra coisa que o meu Joãozinho me deu foi essa vontade de parar um pouquinho e me perguntar “por que?”. Por que as pessoas estranham? Por que a gente existe tanto receio? Por que esse estereótipo besta da “maria sapatão”? A gente vai refletindo sobre uma coisinha aqui, outra ali… E quando vê, já refletiu um bocado sobre como a mulher é vista, tratada e o que se espera dela nessa sociedade.

Não é que você tem que cortar, ou tem que deixar natural, ou tem que deixar crescer… Ter, a gente não tem que nada! Mas se dar a chance, se permitir e tentar, pode levar a gente muito além do que a gente imagina.

— ♥ —

assinatura-de-post-mariana-barbosa


Warning: file_get_contents(http://graph.facebook.com/comments?id=http://www.gwsmag.com/o-que-um-corte-de-cabelo-pixie-pode-fazer-por-voce/&summary=1): failed to open stream: HTTP request failed! HTTP/1.1 400 Bad Request in /home/gwsmag/www/wp-content/themes/gws/archive.php on line 63
3 Comentários

Tags:

Dutch Bob: O cabelo mais cool de todos os tempos

Por Nuta Vasconcellos / nuta@gwsmag.com

gws-corte-de-cabelo-Dutch-Bob-facebook

Outro dia, eu estava procurando fotos da Natalie Portman no filme Leon – que aqui no Brasil ganhou o nome de “O Profissional”-  para o tumblr do GWS e aí me caiu uma ficha: Vocês  já repararam que esse corte de cabelo, o mesmo que Portman usa como a personagem Mathilda no filme é quase o cabelo oficial das garotas rebeldes, modernas e cheias de atitude dos filmes e até da vida real? O corte “Dutch Bob”, que também podemos chamar de Bob com franja. No filme francês, Mathilda é uma órfã, inteligente, sagaz e esperta, que acaba se tornando aprendiz de um assassino profissional.

gws-corte-de-cabelo-Dutch-Bob-1

Não me surpreende o fato de que esse estilo de corte, sinônimo de atitude, tenha surgido nos anos 20.  Inclusive, já falei nesse post sobre a importância dessa década na vida de nós mulheres. Os anos 20 foram importantíssimos para a construção e evolução dos nossos direitos até estéticos. Aliás, foi lá naquela década que surgiu talvez a primeira rebel girl do mundo, Louise Brooks, atriz e com certeza, uma mulher a frente do seu tempo que, claro, usava o corte Bob com franja. Naquela época, uma mulher cortar o cabelo tão curto, era sinal de independência e rebeldia.

A revolução que esse cabelo causou foi tanta, que Scott Fitzgerald, o autor de O Grande Gatsby, escreveu um conto chamado “Bernice bobs her hair” que conta a história de uma transformação da menina doce da sociedade para vamp!

Ao longo da história do cinema, são incontáveis as personagens alternativas que usam o corte. Um dos mais emblemáticos na minha opinião, foi sem dúvidas Uma Thurman no filme de 1994, Pulp Fiction, interpretando Mia Wallace. Personagem que acabou inspirando, na vida real, a atriz mega descolada, Krysten Ritter. São várias personagens marcantes do cinema com o corte Bob de franja. Mas o que sempre me chama a atenção, é que são sempre mulheres revolucionárias, modernas, alternativas… Curioso, né?

gws-corte-de-cabelo-Dutch-Bob-2

Força aí a memória pra você ver: Amélie Poulain, Jordana (do filme Submarine), Leeloo (personagem de Milla Jovovich no filme, O 5º Elemento). Madeleine (do maravilhoso filme francês Masculin, Féminin) e uns dos mais recentes, o filme britânico “God Help the Girl”, com a personagem Eve, vivida pela linda Emily Browning. Isso claro, sem citar de novo, Natalie Portman e sua peruca rosa em Closer – Perto Demais.

gws-corte-de-cabelo-Dutch-Bob-3

Qual será a magia desse corte gente!? Só cortando pra saber! Quem já teve, tem ou quer ter um Dutch Bob? Conta pra gente aí nos comentários.

assinatura_2016_nuta-vasconcellos1


Warning: file_get_contents(http://graph.facebook.com/comments?id=http://www.gwsmag.com/dutch-bob-o-cabelo-mais-cool-de-todos-os-tempos/&summary=1): failed to open stream: HTTP request failed! HTTP/1.1 400 Bad Request in /home/gwsmag/www/wp-content/themes/gws/archive.php on line 63
10 Comentários

Tags:

Dermatite seborréica: Em busca de shampoos para a solução de cabelos com caspa!

Por Nuta Vasconcellos / nuta@gwsmag.com

Não vou ser modesta aqui. Eu amo meu cabelo! Acho ele super lindo e tenho muito orgulho dele. Mas nada é perfeito e ele também me dá alguns problemas. Desde sempre eu sofro com dermatite seborréia, popularmente conhecida como caspa, é  muito mais do que aquelas “casquinhas brancas” que saem do couro cabeludo e deixam nossas roupas pretas sujas e nossos cabelos com cara de sem cuidado. As descamações provocam coceiras e vermelhidão, doem e incomodam e é uma tortura tentar se livrar delas.

Eu tenho a DS (sigla carinhosa para dermatite seborréia) com muita regularidade, ou seja, de tempos em tempos, tenho “ataques” de caspa, alguns períodos estou sem, períodos que estou com, mas tenho que estar sempre “cuidando”.  Isso porque não existe cura definitiva, mas a gente consegue, driblar alguns efeitos. Por conta disso, já experimentei muita coisa. Algumas funcionam, outras não e outras só durante um tempo. Sei que não estou só, por isso, resolvi escrever esse post e contar as minhas experiências!

shampoo-anti-caspa2

Shampoo Kérium – La roche-Posay 

 Eu sempre amei tudo da La roche e sempre foi minha primeira opção quando tinha que comprar algum cosmético. Mas eu tenho que admitir com muita dor no coração que o Kérium me decepcionou. Ele deixa os fios super soltos, tira bem a oleosidade, não resseca os cabelos, mas… não curou minha caspa. Ele existe em três versões, a de bandeirinha verde, laranja e vermelha (mais forte). Eu usei o verde, porque ele é para caspa oleosa, quando ela se prende nos fios.

Eu recomendo para quem tem fios oleosos, sem dermatite, mas para curar a caspa, pelo menos no meu caso, não adiantou. E eu usei todos os dias, durante 3 semanas, sem ver diferença alguma.

shampoo-anti-caspa-22

Shampoo Clear Men – Clear

Sabe aquele produto que você compra sem a menor fé, quando você tem que resolver um problema, tá sem grana e tem que encontrar uma solução barata? Foi assim que conheci o shampoo Clear. Eu optei pelo masculino, porque achei que a descrição da embalagem tinha mais a ver com o que eu procurava do que os rótulos dos femininos. Usei o Clear durante muito tempo (Papo de 1 ano) e funcionou super bem. Com o tempo, o Clear parou de funcionar pra mim e então, parei de usar um tempo e quando tentei novamente, tive certeza que tinha parado de funcionar pra mim. Não faço ideia porque, mas recomendo! Afinal de contas, durante 1 ano ele resolveu super meus problemas e ainda tem a vantagem de ter um preço super amigo.

shampoo-anti-caspa-3

Shampoo Dercos anti- pelliculaire anti- dandruff – Vichy.

Esse é o melhor shampoo que já usei para caspa! Melhor, melhor, nem sei o que dizer além disso. Ele tem a textura bem grossinha,  é amarelo, mas não tem cheiro forte. Ele também tira bem a oleosidade e não resseca os fios. No primeiro dia de uso, eu já percebi muita diferença e no quinto dia eu já não tinha mais casca aparente. Aí eu usei até terminar o frasco, e só voltei a ter caspa, 6 meses depois! Comprei de novo e novamente, em menos de 1 semana, estava sem caspa de novo. Ou seja, Dercos das Vichy melhor shampoo! Ele também tem várias cores e assim como o da La Roche, eu uso o verde.

Mas, vale lembrar que cada caso é um caso, né? Você pode se dar bem com algum que eu não curti e vice- versa. Se você está com um caso agudo e grave e já tentou muita coisa, recomendo procurar já um dermatologista (Eu pessoalmente recomendo a minha, Dra. Camila Petrilli, que atende na CD Clínica Dermatológica no Rio de Janeiro) E se você já experimentou outros produtos para caspa que funcionaram, compartilhem com a gente nos comentários!

Curtiu o post? Que tal dar uma forcinha e ajudar a gente a divulgar o GWS? Dá um like, compartilha, um tuite também vale! :)

Ah, e pra saber mais do nosso universo encantado, é só seguir a gente nas redes sociais:

Instagram // Twitter // Facebook // Tumblr // Newsletter do GWS

assinatura-Nuta_2

 


Warning: file_get_contents(http://graph.facebook.com/comments?id=http://www.girlswithstyle.com.br/dermatite-seborreica-em-busca-de-shampoos-para-a-solucao-de-cabelos-com-caspa/&summary=1): failed to open stream: HTTP request failed! HTTP/1.1 400 Bad Request in /home/gwsmag/www/wp-content/themes/gws/archive.php on line 63
10 Comentários

Tags:

Três dicas de cosméticos em spray para quem tem preguiça ou não curte cremes no verão!

Por Nuta Vasconcellos / nuta@gwsmag.com

Já faz tempo que descobri as maravilhas que a água termal é capaz de fazer pela pele. Tanto que em 2010, escrevi o post Água no verão em que falo sobre o que é e seus benefícios. Mas tem pouco tempo que passei a usar a água termal de outras maneiras e também descobri outros cosméticos “água” que fazem super bem pra pele. E percebi que eles são as melhores formas de cuidar da pele do rosto durante o verão, ou se você é dessas que tem preguiça de creme. Pega as dicas:

 

– Água termal, Vichy- 

gws-cosméticos-spray-vichy

Minha favorita desde de sempre para usar na pele! No post, Água no verão eu conto o porque é um item indispensável na minha necessaire. Eu borrifo o tempo todo, sempre que posso e costumo levar na bolsa porque é perfeita para aqueles momentos que a pele tá brilhando e a make derretendo sabe? (Se você mora no Rio sabe com certeza). Daí é só passar um lenço removedor de oleosidade e borrifar um pouco de água termal e pronto!

Faz pouco tempo que aprendi outro truque de uso e recomendo MUITO: Usar nos cabelos. Ela possui boas doses de selênio, um mineral que combate inflamações, ou seja, perfeito para quem sofre de descamação e feridas no couro cabeludo. Além do selênio, a água termal é rica em minerais como zinco, ferro e manganês. Ela hidrata os fios e diminui o frizz e pode ser borrifada no cabelo seco ou molhado. Quando borrifada no couro cabeludo, também ajuda a diminuir o excesso de oleosidade e irritações. A água termal devolve aos fios substâncias importantes, por isso, você ganha cabelos com mais brilho e maciez. E isso tudo só com duas ou três borrifadinhas. Super funciona para quem tem cabelos secos também, porque é um hidratante instantâneo. Água Termal Vichy – 50 Ml R$25,90

– Tônico Tea Tree Water, LUSH- 

gws-cosméticos-spray-lush

Um dos meus produtos favoritos da LUSH e o que uso desde a primeira vez que a marca abriu no Brasil. O spray é uma água com Tea Tree ou (Malaleuca em bom português) que possui propriedades antibacterianas, antifúngicas e antimicrobianas: Ou seja, é ótimo no combate à acne. Grapefruit ou Toranja, que funciona como adstringente leve e tem muitas vitaminas e Junípero que também é antisséptico e bom para pele acneicas. Ele pode ser um substituto perfeito para água termal se sua pele tem muita tendência a cravos e espinhas, ou um complemento, como eu uso! Borrifo na pele pelo menos umas 4 vezes ao dia, principalmente depois que faço exercícios porque tenho a impressão que ajuda a pele a não formar espinhas.

Se você quer cuidar da pele mas é do tipo preguiçosa, o tônico tea tree é perfeito porque não tem como ter preguiça de borrifar e você vai estar cuidando da pele. Super recomendo! Tônico Tea Tree Water, LUSH – 250g R$56,70

– Fluido Renovador 3D, SPA das Sobrancelhas – 

gws-cosméticos-spray-spa-das-sobrancelhas

Esse eu conheci tem pouquíssimo tempo, quando ganhamos de jabázinho uma sacolinha com alguns produtos do SPA das sobrancelhas. Comecei a usar no mesmo dia que ganhamos e estou AMANDO. De verdade! O Fluido Renovador 3D é um hidratante spray que age nas três dimensões da sua pele – superficial, intermediária e profunda. Repõe o nível de água da pele e possui ação anti-inflamatória, que reduz vermelhidões e sensibilizações causadas por procedimentos estéticos, exposição ao sol ou outras agressões diárias. Além disso eu achei que ele super funcionou para a parte seca do meu rosto (minha pele é mista) e você sente até na pele que a textura dele, mesmo sendo água, é mais hidratante. Perfeito pra quem sente a pele “ressecar” durante o dia, ou sofre com o ar condicionado. Ainda não experimentei, mas deve ser ótimo pós depilação. Eu realmente adorei esse fluido e pretendo aderir na minha rotina de beleza. Fluido Renovador 3D, SPA das Sobrancelhas – preço sob consulta

E vocês, usam alguns deles? Recomendam outros? Conta tudo pra gente nos comentários!

Curtiu o post? Que tal dar uma forcinha e ajudar a gente a divulgar o GWS? Dá um like, compartilha, um tuite também vale! :)

Ah, e pra saber mais do nosso universo encantado, é só seguir a gente nas redes sociais:

Instagram // Twitter // Facebook // Tumblr // Newsletter do GWS

assinatura_NUTA


Warning: file_get_contents(http://graph.facebook.com/comments?id=http://www.girlswithstyle.com.br/tres-dicas-de-cosmeticos-em-spray-para-quem-tem-preguica-ou-nao-curte-cremes-no-verao/&summary=1): failed to open stream: HTTP request failed! HTTP/1.1 400 Bad Request in /home/gwsmag/www/wp-content/themes/gws/archive.php on line 63
Comentar

Tags: