Moda consciente: Sapatos eco-friendly para conhecer e amar

Por Nuta Vasconcellos / nuta@gwsmag.com

Moda consciente consiste em produtos com mais significado. Ou seja, peças que são desenvolvidas de uma forma mais pensada na qualidade do produto, origem dos materiais e no impacto que causa no meio ambiente e aos consumidores. O eco-friendly, o consumo consciente e o movimento slow fashion são irmãos e significam o desejo por consumir menos e melhor, com mais transparência na cadeia produtiva. Buscando processos justos e sustentáveis. Já faz um tempo que estamos vendo esse movimento forte no universo dos cosméticos e em algumas marcas de moda, mas pouco se observa o mesmo movimento quando o assunto são bolsas e sapatos. Mas tem marca legal preocupada em ser consciente sim! E é o caso dessas três aqui:

  • Insecta shoes

moda consciente: sapatos de marcas ecofriendly

A Insecta shoes é uma marca gaúcha, fundada por mulheres que juntas, começaram a produzir sapatos artesanais com as estampas feitas de tecidos garimpados de brechó. Assim, nasceu a  Insecta Shoes! A marca trabalha com numerações que vão do 33 ao 45 para adultos e do 20 ao 32 na linha infantil e o mais legal: Entrega pro mundo todo e também tem loja física. Eles não utilizam nenhum produto de origem animal na fabricação e os tecidos são ecológicos, feitos a partir de garrafas pet e algodão reciclável ou de peças que garimparam em brechós, praticando assim o upcycling, uma reciclagem que evita “matar” a matéria-prima original. Uma roupa de brechó, ganha uma nova vida e mais tempo de vida útil.

Até a loja virtual da marca é eco-friendly. Segundo a descrição da página, um terço da poluição da atmosfera do mundo é resultado do consumo de energia elétrica. Por isso, elas calculam o número de acessos que recebem anualmente e plantam a mesma quantidade de árvores necessárias para neutralizar o gás carbônico emitido pelos servidores do site! Maravilhoso, né? E claro, os sapatos são incríveis e muito criativos.

  • Holy Walk

sapatos-eco-friendly-holy-walk-gws

A Holy Walk é uma marca nova do grupo Ana Figueira e o grande diferencial é como os sapatos são produzidos, sem o uso de matéria-prima animal e de forma sustentável, consciente e artesanalmente.

Com essa forma de fabricação mais manual, a Holy Walk consegue colocar no mercado peças com detalhes pouco vistos atualmente, como tressê, tranças no cabedal,  pompons… Eu sou uma apaixonada pelas peças que são criativas e bem diferentes do que a gente vê por aí.

  • Young Folk 

sapatos-eco-friendly-young-folk-gws

A Young Folk produz peças lindas, modernas e o mais importante: 100% livres de crueldade. Não usam nenhuma matéria prima testada ou de origem animal e se  certificam dos materiais e dos processos de produção realizados pelos fornecedores da marca. Eles também se certificam que todos os envolvidos na produção da marca, sejam remunerados de forma justa e compatível com sua jornada de trabalho, fazendo parte de um comércio mais justo e consciente.

Como a produção é totalmente artesanal e exclusiva, a Young Folk produz no máximo 12 pares de cada modelo e sem reposições! Mas fica tranquila, as peças mesmo com essa exclusividade, tem preços super acessíveis. Vale conhecer.

Curtiram? Se vocês conhecem outras marcas, compartilhem aqui com a gente!

assinatura_2016_nuta-vasconcellos1


Warning: file_get_contents(http://graph.facebook.com/comments?id=http://www.gwsmag.com/moda-consciente-sapatos-eco-friendly-para-conhecer-e-amar/&summary=1): failed to open stream: HTTP request failed! HTTP/1.1 403 Forbidden in /home/gwsmag/www/wp-content/themes/gws/archive.php on line 63
2 Comentários

Tags:

Slow Beauty: Uma forma consciente de consumir produtos de beleza

Por Nuta Vasconcellos / nuta@gwsmag.com

Captura de Tela 2016-01-16 às 19.13.07

Já faz um tempo que fiz aqui, um post sobre o slow fashion. Na época pouco se falava disso e hoje podemos acompanhar cada dia mais gente entendendo a importância de consumir menos e melhor quando o assunto é moda. Mas e nossos produtos de beleza? Pois é, o movimento “go slow” também está chegando com força na forma que consumimos cosméticos e maquiagem. O slow beauty prega a diminuição do uso de produtos industrializados escolhendo cada vez mais os orgânicos e naturais e também reduzir o máximo possível cosméticos e maquiagens em excesso. Confessa, vai? Quantos produtos você tem na gaveta de make que nunca usou? E quantos já jogou fora com validade vencida? A real é que ninguém precisa de 10 bases, ou 50 tons de rosa de batom.

Mas por que é importante a gente dar um freio ao consumo e ter uma maior preocupação com a procedência dos produtos? A resposta é mais simples do que parece. Assim vamos produzir menos lixo de produtos que não podem ser reciclados e que também poluem o meio ambiente. Com uma coleção mais “enxuta” você pode usar até o final todos os produtos, evitando assim desperdício de grana e claro: Consumindo produtos mais naturais você evita colocar na pele coisas como parabenos (se você não sabe o mal que isso faz, leia mais aqui). Só vantagens.

A proposta também incentiva as pessoas a criarem seus próprios cosméticos e produtos naturais, geralmente fáceis de encontrar na nossa cozinha. A gente te garante, às vezes é bem mais fácil do que você imagina. Aliás, já demos algumas dicas aqui na nossa tag (que só vai crescer!): Beleza natural. A ideia é usar o máximo de coisas encontradas na natureza. Não precisamos de um monte de recursos tecnológicos e químicos e nem de gastar um monte de dinheiro para ter uma pele e cabelos saudáveis.

Claro, a gente não tá falando aqui para você abrir mão daquele tratamento a laser incrível com a sua dermato, nem de nenhum produto que você ama muito, mas repensar o que você pode substituir por versões mais naturais. Será que aquela máscara capilar é mesmo mais incrível do que uma hidratação com óleo de coco? Ou será mesmo que não rola substituir a pasta de dente tradicional, carregada de produtos químicos e flúor por tabletes naturais? A pasta dental convencional é embalada principalmente em tubos de alumínio, revestidos de plástico e normalmente não são recicláveis, o que significa que bilhões de tubos têm que ir para o aterro todo ano. E que tal testar um batom orgânico, sem testes em animais? De maneira geral, os batons comuns, de marcas simples ou de marcas famosas, geralmente têm em sua composição uma série de substâncias tóxicas como, por exemplo, o carmim, que é derivado de um inseto, e metais como o chumbo, cádmio e alumínio, dentre outros. Já os batons orgânicos são compostos de extratos naturais como o de beterraba. E vou te dizer. Tem muito creme aí para a área dos olhos que umas rodelas de pepino resolvem bem mais.

thinkdirty_app_mock_1000x627

Normal, principalmente no início, a gente não entender direitinho o que tem em cada cosmético e ficar meio perdida se aquele ingrediente é ruim ou não. Mas para tudo hoje em dia tem um aplicativo, né gente? Pra isso também! Ele é em inglês, se chama “Think Dirty” e funciona como um termômetro informativo e comparativo de cosméticos. Seja maquiagem ou qualquer outro produto de beleza, o aplicativo classifica os cosméticos de acordo com o quão tóxico esses produtos são, baseado em todos seus ingredientes. Eu descobri e baixei hoje, então ainda não posso dizer de fato o que achei, mas li boas resenhas por aí. Funciona mais ou menos assim: Você passa o código de barra do seu produto no aplicativo, ou escreve o nome dele e recebe todas as informações sobre. O banco de dados é grande e está sempre sendo atualizado e você pode enviar um pedido para a inclusão de algum cosmético que não está na lista. Depois que você enviar o produto, vão aparecer todos os ingredientes da composição e você pode clicar em cada um para conferir a explicação bem didática e simples sobre cada componente. O aplicativo também oferece sugestões de produtos similares e com menor impacto, caso o que você consultou seja ruim. Legal, né? Quer começar a praticar slow beauty? Anota essas dicas:

 Faça uma limpa agora na sua gaveta de make, cosméticos e produtos no banheiro!

Tire tudo que está com validade vencida, confere o que é possível reciclar e que tal passar adiante pra uma amiga aquele produto que tá a anos na gaveta?

Antes de comprar, pense

Já tenho algo parecido em casa? Será que consigo uma amostra antes de comprar para eu saber se funciona pra mim? Posso substituir esse produto por algum feito em casa ou algo mais natural e orgânico?

Pesquise marcas naturais e orgânicas e aprenda a ler rótulos

A gente se preocupa tanto em ler o que contém naquele pacote de salgadinho, mas não podemos esquecer que a pele é um órgão e devemos cuidar bem dela. Nos rótulos procure sempre os ingredientes mais naturais e evite produtos testados em animais. Existem no mercado várias marcas orgânicas e naturais de cosméticos e produtos de beleza. Inclusive com loja online. Pesquise!

Coloque a mão na massa!

Acredite, você pode fazer hidratante, pasta de denteesfoliante e até lenço removedor de make em casa! Existem vários sites dedicados a isso. Estou amando as dicas do blog 1 ano sem lixo. Vale a leitura.

Curtiram? Compartilhem nos comentários dicas, marcas de produtos naturais e sites pra gente saber mais!

Curtiu o post? Que tal dar uma forcinha e ajudar a gente a divulgar o GWS? Dá um like, compartilha, um tuite também vale! :)

Ah, e pra saber mais do nosso universo encantado, é só seguir a gente nas redes sociais:

Instagram // Twitter // Facebook // Tumblr // Newsletter do GWS

assinatura-Nuta_2


Warning: file_get_contents(http://graph.facebook.com/comments?id=http://www.girlswithstyle.com.br/slow-beauty-uma-forma-consciente-de-consumir-produtos-de-beleza/&summary=1): failed to open stream: HTTP request failed! HTTP/1.1 403 Forbidden in /home/gwsmag/www/wp-content/themes/gws/archive.php on line 63
1 Comentários

Tags:

Bazar GWS: Roupas semi-novas e com precinho camarada!

Por Girls With Style / gws@gwsmag.com

bazar-Recovered

Quem acompanha o GWS sabe que somos a favor de ver a roda girar! Quando se trata de moda, significa não acumular roupas que você não usa/ não precisa e sempre que puder, comprar peças semi-novas. Por isso, eu (Nuta) e a Marie todo ano fazemos uma bela limpa no nosso guarda-roupa e também estimulamos nossas amigas a fazer a mesma coisa. Ano passado, até fizemos um evento bem legal, chamado #BazarDayGWS para estimular o slow fashion.

IMG_6687_Fotor

IMG_7221_Fotor

IMG_6983_Fotor

IMG_6966_Fotor

Esse ano, infelizmente não conseguimos fazer o bazar físico, nem reunir peças das amigas, mas, pra não passar em branco nosso desapego anual, resolvemos criar um álbum na nossa página do facebook com algumas peças que a gente já amou muito e tá na hora de vocês amarem! Tem muita coisa que nunca foi usada também. Tudo claro, com precinho camarada. E a gente até parcela se você usar pagseguro. Legal, né?

IMG_7042_Fotor

IMG_7060_Fotor

Tem muita coisa de roupas, acessórios e sapatos! Tem FARM, Melissa, adidas, Complot, ELLUS, Espaço Fashion… Vale dar aquela conferida! Se gostou de algo, fala logo com a gente porque são todas peças únicas! Pra tirar dúvidas ou fazer pedido, só mandar inbox na página do GWS, ok?

Dá uma conferida em algumas peças e corre pro álbum pra ver tudo!


Warning: file_get_contents(http://graph.facebook.com/comments?id=http://www.girlswithstyle.com.br/bazar-gws-roupas-semi-novas-e-com-precinho-camarada/&summary=1): failed to open stream: HTTP request failed! HTTP/1.1 403 Forbidden in /home/gwsmag/www/wp-content/themes/gws/archive.php on line 63
Comentar

Tags:

10 marcas nacionais de roupas, acessórios e calçados para seguir já no instagram!

Por Girls With Style / gws@gwsmag.com

Por: Bruna Martins

Todo mundo já vê o Instagram como uma vitrine do que é bonito. Como o Man Repeller publicou há alguns dias, é onde postamos um conteúdo mais pensado de nossas vidas, diferente de outras redes sociais (Twitter que o diga). São infinitos os textos falando do quanto tudo aquilo é editado e muito bem pensado para se passar de vida real; mas a meta é sempre fazer uma foto bonita porque o que é bonito, atrai.  Por isso, é inevitável o uso constante dessa rede social pelas marcas. Onde mais seria tão fácil achar pessoas interessadas em ver o conteúdo criado pelo responsável pelo perfil simplesmente porque as fotos são lindas? Aos poucos, fui me interessando cada vez mais pelas postagens desses perfis exatamente por isso.

Hoje, percebi que a história mudou um pouco. Me pego atualizando a timeline para saber se a coleção nova de uma loja já saiu. Ativei as notificações de publicações de diversos perfis porque sei que as peças acabam rápido e eu pre-ci-so ver o mais rápido possível. Nas noites de insônia, digito palavras-chave como “loja” ou “shop” na busca do aplicativo só para ver o que tem por aí. Não que isso seja errado. Pelo contrário, hoje, me interesso bem mais em marcas locais e independentes do que em produtos de grandes redes justamente por isso. Para conseguir aderir à moda consiente, uma das formas mais simples é descobrir o que está sendo produzido por aqui e ajudar a economia local. E o Instagram é o lugar perfeito para isso.

Resolvi, então, compartilhar minha coleção de follows favoritos e se você conhecer outras marcas incríveis e nacionais por lá, compartilha aí nos comentários.

Roupas

cakeshop

787

pinkvanilla

ziovara

Alguns perfis têm roupas parecidas demais, eu sei, e por isso vale a pena pesquisar. A @cak3shop tem peças fantásticas, mas são poucas peças, se não correr, fica sem. Estou há um ano tentando comprar um c-e-r-t-o macacão, mas toda vez que vou olhar já esgotou. A @787shirts tem aquelas camisetas que você sempre quis, mas nunca achou onde comprar. E o mais legal: Tamanhos grandes! A @pinkvanillashop tem peças maravilhosas e não posso deixar de comentar o carinho com a entrega. Fiz uma compra bem grande há algum tempo e as embalagens são tão fofas que fiquei com dó de rasgar. A @ziovara é dessas marcas ultra mega cool e que tem de tudo um pouco: Roupas, acessórios, patches maravilhosos para jeans e objetos de decor.

yellowfactory

folkboots

insectashoes

Calçados

Sapatos são os itens mais difíceis de encontrar em lojas pequenas online, especialmente se você está procurando por algo mais diferente. A @yellow.factory é maravilhosa nesse sentido. Tem peças originais e lindas com fotos tão bem feitas que é quase impossível escolher. A @folkboots é provavelmente a mais conhecida, com estampas que você nunca imaginaria que gostaria tanto de usar. Dá mais vontade ainda quando você descobre que todos os produtos são 100% artesanais e cruelty free. Outra marca com calçados lindos e com um filosofia muito legal é a @insectashoes. Sapatos veganos e ecológicos, confeccionados com roupas vintage!

eeveestore

brechonvc

boutiquesp

Brechós

Os brechós têm pontos bons e ruins. Sim, os preços são mais amigáveis, é a forma mais clássica de praticar slow fashion, mas como as peças são únicas, a concorrência é pesada (recebo notificação de publicação de todos esses perfis. Vai que aparece a peça perfeita, mas eu só vejo tarde demais?). A @eeveestore tem algumas peças incríveis, mas perde um pouco do foco, é preciso ter paciência. O @brechonvc não parece brechó de tão atual, sempre com bons achados. A @boutiquesaopaulo é o meu perfil favorito, mas é tão concorrido que até tenho medo de compartilhar. As peças são tão bem escolhidas, as fotos são tão bem feitas e as respostas são tão simpáticas que nem parece de verdade.

Curtiram as dicas?

– ♥ –

Curtiu o post? Que tal dar uma forcinha e ajudar a gente a divulgar o GWS? Dá um like, compartilha, um tuite também vale! :)

Ah, e pra saber mais do que rola no nosso dia a dia, é só seguir a gente nas redes sociais:

Instagram // Twitter // Facebook // Tumblr // Newsletter do GWS

assinatura-bruna-martins

 


Warning: file_get_contents(http://graph.facebook.com/comments?id=http://www.girlswithstyle.com.br/10-marcas-nacionais-de-roupas-acessorios-e-calcados-para-seguir-ja-no-instagram/&summary=1): failed to open stream: HTTP request failed! HTTP/1.1 403 Forbidden in /home/gwsmag/www/wp-content/themes/gws/archive.php on line 63
Comentar

Tags:

123