The Warriors

Por Nuta Vasconcellos / nuta@gwsmag.com

Eu sou daquele tipo de pessoa que cisma com coisas, sabe? E no momento ando fissurada com três. Duas, eu não posso contar, porque (com fé) vai virar editorial, mas a terceira eu posso porque já até virou, o It Went…bananas. Bem, eu ando fissurada em gangues. Talvez seja porque todo o conceito de gangue combina muito com o meu signo.Virginianos tem tendências obscuras, mas são extremamente organizados. Well, uma gangue nada mais é que um grupo de criminosos que se juntam e praticam atos criminosos de forma organizada.

Além disso esses grupos costumam a criar regras de sobrevivência nas ruas, pactos com outras gangues (como respeitar território e até não usar as mesmas roupas) e criar seu próprio estilo de tatuagem e vocabulário. Um mundo dentro do mundo, uma sociedade paralela. De uma forma meio “torta” a estrutura das gangues são uma forma muito interessante de analisar a essência do ser humano e toda a estrutura da sociedade. São a prova viva de como precisamos viver em grupo, de regras, de se identificar e de um líder.

A origem das gangues é muito antiga… Existem registros de gangues na Londres vitoriana. Isso sem falar nas máfias chinesas e italianas. A primeira gangue de rua nos Estados Unidos, os 40 Ladrões, começou por volta de final dos anos 1820 em Nova Iorque.

O motivo inicial para se formar um grupo como esse era por convicções políticas, para defender território ou para ganhar dinheiro de forma ilegal. Mas com o tempo, a formação desses grupos também passou a ser por motivos mais superficiais, como música (caso dos mods x rockers nos anos 60) ou de território para pixadores (como em Nova Iorque nos anos 80.)

Esse universo inspira o mundo musical e cinematográfico faz tempo. Clipes como Bad de Michael Jackson, Judas da Lady Gaga ou até o mais recente, Our Deal do Best Coast são sobre o tema.

No cinema, o filme mais famoso talvez seja Laranja Mecânica e Gangues de Nova Iorque, mas um dos mais legais é um filme pouco conhecido por aqui, de 1979 chamado The Warriors.

A história é sobre a fulga de uma gangue de adolescentes de Nova Iorque chamada Warriors que é perseguida após ser acusada injustamente do assassinato do líder da maior gangue da cidade os Riffs. Falando da história assim, ela parece boba, mas é de fato, um universo paralelo criado para o filme, e você mergulha naquele universo, nas regras e fica curiosa para saber mais das outras gangues e até sobre os outros membros dos Warriors, já que dos 120 membros do grupo, a história fala apenas sobre 9 deles.

Fora que a estética do filme é IRADA (não existe outra palavra pra definir.) O filme ganhou remake em 2010 (não assista antes do original) e virou até vídeo game. Pra assistir DJÁ.

Se você curtiu o tema, clica em todos os links do post e divirta-se.

 

 

Tags:


4 + 1 =


0 Comentários